Uruguai: Deputado apresenta projeto de lei que permite venda de maconha a turistas

pacote cannabis Uruguai: Deputado apresenta projeto de lei que permite venda de maconha a turistas

A proposta de Eduardo Antonini, da Frente Ampla, busca proporcionar a quem visita o país o acesso legal à cannabis e impulsionar o setor de turismo afetado pela pandemia

Um projeto de lei que visa permitir o acesso à cannabis legal por turistas foi apresentado no Parlamento do Uruguai na sexta-feira (10).

A proposta complementa a atual lei de regulamentação da maconha para uso adulto, levando em consideração o impacto do mercado canábico no desenvolvimento da atividade turística no país.

Muitos turistas querem ter acesso à cannabis quando vêm ao Uruguai, nós que moramos em um lugar turístico sabemos disso”, disse o deputado da Frente Ampla Eduardo Antonini, principal autor do projeto, à AFP.

Leia também: Legalização da maconha não fez aumentar o uso entre jovens no Uruguai, mostra estudo

A legislação uruguaia proporciona três vias de acesso à maconha para uso adulto, autocultivo, clubes de membresia e compra em farmácias, todas restritas a quem reside no país.

O projeto de lei propõe que “os empreendimentos turísticos credenciados junto ao Ministério do Turismo possam se associar a clubes de membresia (…) ou tê-los dentro de suas instalações”.

“Cada parcela que é retirada do mercado ilícito é importante”, afirma o legislador frenteamplista, destacando que a reforma aprofundaria a premissa original de enfraquecer o narcotráfico.

O deputado do grupo Movimento de Participação Popular disse em entrevista a uma rádio local que baseou a sua proposta na necessidade de desenvolver “novas estratégias que potencializem as atividades econômicas associadas ao fluxo de turismo estrangeiro para o país”, após os prejuízos que o setor tem sofrido em consequência da pandemia.

Leia mais: Uruguai estuda venda de maconha para turistas e aumento do teor de THC

A iniciativa é resultado de um ano de consulta com membros do governo e instituições estatais, além de clubes e growshops, lojas especializadas em produtos para cultivo.

“Com US$ 1,8 bilhão de receita anual, o turismo é a principal atividade econômica do país. Em média, nosso país recebe mais de três milhões de turistas, ou seja: dobra o número de sua população estável”, afirmou Antonini, que é vice-presidente da Comissão de Turismo da Câmara de Representantes, baseado em dados do Instituto Uruguay XXI.

Antonini afirma que, “em nível internacional, o turismo de cannabis abrange vários ramos de atividade que excedem em muito a produção, distribuição e venda de cannabis. Tem impacto em todas as áreas beneficiadas pelo fluxo de turistas: transporte, hotelaria, gastronomia, comércio em geral, atividade cultural, entre outras.”

Veja também:

“Não acredito em estados cultivando e vendendo maconha. Cometemos um erro”, diz presidente do Uruguai

#PraTodosVerem: foto mostra um pacote da cannabis vendida nas farmácias uruguaias, em cores azul e branco, e os dedos com esmalte vermelho que o seguram, enquanto retiram um dos buds. Imagem: Matilde Campodonico / AP.

smokebuddies logo2 Uruguai: Deputado apresenta projeto de lei que permite venda de maconha a turistas

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!