Weed-friendly: dez destinos para curtir uma viagem nos EUA

weed friendly Weed friendly: dez destinos para curtir uma viagem nos EUA

Viajar e fazer a cabeça são duas coisas que, se separadas são boas, juntas podem ser incríveis. E, graças à gradual legalização do uso social da maconha para adultos nos Estados Unidos, alguns lugares despontam como destinos weed-friendly, ou seja, simpáticos a viajantes maconheiros — ainda que não totalmente legalizados. Confira a seleção do UpRoxx com tradução pela Smoke Buddies

A lista abaixo inclui alguns dos melhores pontos de viagem weed-friendly do país. Cada um deles oferece algo que os outros não. Quer voltar para a natureza? Feito. Quer passar a noite toda em na balada? Feito. Considere nossas recomendações de alimentação e hospedagem como um ponto de partida e entre no Google para planejar um itinerário completo.

De qualquer maneira, alguns dias curtindo a brisa em uma cidade que não o levará à delegacia nem o multará pelo seu consumo é um luxo que muitas pessoas não têm.

Los Angeles, Califórnia

A Califórnia apareceu como o primeiro estado a legalizar a maconha para uso medicinal, em 1996, e depois parou por algum tempo sobre o consumo adulto. Todos pareciam ter um cartão médico no fim dos anos 90 e 2000. Agora, o enorme estado funciona como um dos principais destinos para entusiastas de cannabis.

Mencionamos The Standard, Hollywood como o primeiro hotel com um dispensário no passado, e é uma opção verdadeiramente maravilhosa para um passeio de férias 420. Mas também achamos que o Hicksville Pines Bud & Breakfast é incrível. É o primeiro desse tipo no estado, e a maconha é legal em todas as áreas públicas. Além disso, são fornecidos vaporizadores comunitários (portanto, não é necessário embalar a parafernália) e você pode até fumar no quarto. Fora a decoração, que é selvagem.

Se você deseja manter o seu ritmo o dia inteiro, considere o Alchemy Lounge e/ou o Hitman Coffee Shop, que exigem associação (mas você pode obter um passe diário). Eles são incríveis centros criativos que incentivam os hóspedes a usar cannabis enquanto desfrutam de um café expresso e de uma companhia legal. Esses lugares não vendem erva (embora aluguem equipamentos), então pare em um dos muitos dispensários locais antes de sair.

Denver, Colorado

Como o primeiro estado a legalizar o uso adulto da maconha, o Colorado dá um salto no resto do país. Denver é muito legal, mas seu crescente setor de hospitalidade de maconha o torna um destino de primeira para férias canábicas. Antes mesmo de chegarmos a um lugar para ficar, queremos encorajá-lo firmemente a tirar proveito de serviços como Loopr, um lounge móvel de cannabis, e o High End Transportation, uma empresa de transporte de  pertencente a minorias e mulheres. Valem a pena.

Quando se trata de hospedagens, você precisa conhecer a cultura de “bud & breakfast” que nasceu em Denver. Se você estiver viajando de 1ª classe, fique no The Adagio – uma casa vitoriana em um bairro histórico e o primeiro hotel desse tipo. Mas se você realmente prefere uma opção padrão, experimente o pacote 420 Tours, no 16th Street Mall Hotel, que oferece aluguel de vaporizador gratuito, cupons Uber / Lyft para novos ciclistas, cupons de dispensários e revistas de lifestyle canábico locais.

Há uma tonelada de boa comida em Denver, mas nós amamos um tema, então achamos que você deve considerar uma das cervejarias, que são passeios turísticos da cidade. E, se você realmente quiser ceder à fome e devorar tudo o que estiver à vista, vá até a Ian´s Pizza e peça o macarrão com queijo, burrito ou pizza de batata assada.

Seattle, Washington

Seattle é conhecida como A Cidade Esmeralda não por ter qualquer relação com o Mágico de Oz, mas porque o verde do noroeste do Pacífico, em que está situada a cidade, é incrivelmente verde (o que eu acho que você pode usar como um trocadilho com a verdinha, bem como um fato paisagístico). Entre a beleza natural da cidade, atividades emocionantes e toneladas de dispensários, Seattle é um singular quando se trata de escolher um destino weed-friendly.

Há algumas opções de acomodação, mas todas fazem você fumar lá fora. Nós gostamos da vibe de um Airbnb urbano, que possui uma banheira de hidromassagem e afirma ser inspirado em maconha. Não é muito diferente da maioria das ofertas da cidade. No entanto, gostamos de saber de antemão que um proprietário é de boa com maconha antes que acenda, e o proprietário desse alojamento é muito receptivo. Também queremos mencionar Innthrall, um B&B excêntrico com brinquedos, móveis e espaços de lazer para explorar, tudo erótico. Eles criaram um pátio aquecido com cortinas para o uso de maconha, e é um prazer.

Claro, Seattle também tem uma cena gastronômica vibrante e progressiva e os restaurantes que a tornam uma cidade sólida para passar as férias. Mas, se você ficar super chapado e quiser matar a larica em lugar onde ninguém julgue seus olhos vermelhos, você deve ir ao Beth’s Cafe, uma lanchonete 24 horas. Você pode comer uma omelete de 12 ovos por lá. Agora, se você tem outro ritmo nas viagens, corra ao Betsutenjin para comer um ramen cremoso. Não é um lugar onde os clientes se demoram, então entre, coma um pouco de macarrão e caldo de porco e saia para novas aventuras.

Leia – Circuito da maconha: turismo pelos bastidores da erva cresce na Califórnia

Portland, Oregon

Muita gente não sabe que o Oregon foi o primeiro estado do país a descriminalizar a posse de pequenas quantidades de cannabis, em 1973. De 1999 a 2005, a proporção de residentes que usavam maconha no estado passou de 32 para 45% . O Oregon adora maconha e, embora o estado tenha várias áreas deslumbrantes para visitar, Portland é um local imperdível.

Provavelmente, é uma escolha óbvia sugerir que você aproveite o pacote 420 no Jupiter Hotel, porque foi o primeiro negócio de hotel a aceitar maconha no estado e recebeu muita imprensa. Mas, honestamente, continua a ser uma configuração sólida para uma visita. O hotel está em uma ótima localização para caminhar até bares, restaurantes e lojas. É uma maravilha descolada (ainda bem mantida) do meio do século. E você recebe um kit larica, uma caneta vape, uma camiseta e cupons para dispensários locais. Tudo o que você precisa é comprar maconha e pronto.

Com mais de 500 restaurantes em operação em Portland, turismo gastronômico é uma boa pedida. O mais famoso é provavelmente o Khao Man Gai de Nong, onde eles servem frango e arroz exclusivos, que as pessoas fazem fila para provar. Você também tem a opção de assistir a um show e fazer uma refeição no Doug Fir Lounge de Jupiter, conhecido mundialmente.

Las Vegas, Nevada

Las Vegas é divertido, não importa como você vá. Afinal, é o parque adulto da América. Mas, com a legalização das vendas recreativas de maconha em Nevada, em 2017, a diversão ganhou mais um motivo.

Há um número razoável de hotéis em Las Vegas que aceitam o uso de maconha, mas amamos Clairbnb, um B&B de criação de Clair Sinclair. O lugar estratégico na Fremont Street, no centro da cidade, é muito legal. Cada quarto é temático e meticulosamente projetado. Da suíte Swingin dos anos 70 à suíte Vintage Glitz, você ficará impressionado. Além disso, todas as fotos que você tirar enquanto estiver lá serão incendiadas, porque todas elas se parecem com cenários de filmes.

Tudo bem, com certeza você vai chegar à pista e, se tiver uma fome matadora, é provável que você vá para o primeiro bufê que você encontrar. Mas, se você deseja criar um clima e abraçar um tesouro da velha escola de Las Vegas (para não mencionar que você é Robert De Niro ou Sharon Stone no Casino ou qualquer um no Showgirls), você precisa ir ao The Peppermill. O serviço é amigável, a comida é decente (café da manhã o dia todo) e as bebidas são criativas. Mas são as luzes de neon e a nostalgia direta que tornam o lugar incrível. Certifique-se de passar algum tempo no Fireside Lounge enquanto estiver lá. Algumas fotos de você descansando perto da famosa fogueira que fica sobre a água farão com que seu álbum de férias esteja completo.

Anchorage, Alasca

Anchorage pode ser um destino durante todo o ano, se o clima subártico de inverno e a quase total ausência de sol não assustarem um viajante. Mas, recomendamos que você tire férias durante os meses mais quentes, quando a área é realmente uma maravilha natural de se ver.

Como a cannabis foi legalizada por uma iniciativa de cédula em 2014, o estado teve tempo para desenvolver um pouco da cena canábica, mas ainda é ilegal fumar maconha ao ar livre, e a cidade não forneceu espaços internos seguros para fazê-lo desde o fechamento do último clube de cannabis restante da cidade.

Se você for a Anchorage para uma viagem weed-friendly, as leis do Alasca praticamente significam que você vai se divertir em alguns dispensários e se sentir bem em suas acomodações enquanto desfruta de uma cidade muito legal. Enquanto estiver lá, lembre-se de pedir uma torta no Moose´s Tooth Pub & Pizzeria, uma instituição local e fabricante de uma pizza de macarrão com queijo com linguiça de rena, além da pizza do Shrimp Fiesta. Mas, esteja preparado para esperar, porque todo mundo adora esse lugar.

Boston, Massachusetts

Por alguns anos, Massachusetts não estava recebendo muitos turistas que procuravam explorar a cultura canábica do estado, porque, embora fosse legal possuí-las, as vendas não se tornaram legais até 1º de julho de 2018. Isso colocou as pessoas na posição difícil de escolher entre o risco de ser pego viajando com maconha ou tentando encontrá-la ao chegar no destino. Isso deve mudar em breve, embora continue sendo um problema.

Ainda é difícil encontrar alojamentos que professam ser amigos 420. Embora houvesse uma empresa pronta para se estabelecer na área, a dificuldade com as leis federais a forçou a pausar sua marca. Portanto, você fica principalmente com acomodações particulares. Recomendamos acessar o site Bud & Breakfast para alugar. Eles variam em configuração, mas existem alguns perfeitos. Somos grandes fãs do aluguel que acompanha uma onça de cannabis. Erva de grau médico e a opção de fumar dentro de casa? Sim, por favor.

Depois de se encontrar confortavelmente chapado em Boston, você tem a opção de petiscos completamente deliciosos. A palavra na rua é que você deve experimentar as batatas fritas em gordura de pato Shadowless no Shojo. Ou então, escolha Citrus & Salt para uma culinária mexicana costeira que inclui uma inspiração inspirada usando as migalhas Hot Cheetos da Flamin.

Auburn/Lewiston, Maine

Auburn e Lewiston, como Boston, são um enigma, porque provavelmente não antes de 2019 que as primeiras lojas de varejo de maconha para uso adulto estavam abertas e funcionando, apesar da legalização da cannabis alguns anos atrás. A vantagem é que, quando você consegue maconha, pode carregá-la livremente (e em quantidades maiores do que em qualquer outro estado) e usá-la em um local privado sem problemas legais. E isso é mais do que você pode dizer sobre a maioria dos outros estados.

Auburn oferece a você a chance de ficar no Maine Greenyards – uma acomodação boutique de maconha. A propriedade possui uma mansão do meio do século, e as pessoas que optam por ficar recebem presentes caseiros do jardim, ovos das galinhas da propriedade e acesso aos proprietários que mantêm um jardim de cannabis e podem responder a quaisquer perguntas que os hóspedes possam ter. Embora, infelizmente, você não possa comprar nenhuma das flores que eles cultivam, pode cortá-la se a estação for boa e reforçar suas próprias habilidades de cultivo.

Entre na Padaria Labadie’s, em Lewiston, para a sobremesa de assinatura do estado, a torta de whoopie. Certamente, a receita pode ser encontrada nos Amish, no Condado de Lancaster, mas foram necessários os habitantes da Nova Inglaterra para adicionar marshmallow a ela.

Burlington, Vermont

Aqui vamos nós de novo. Você pode possuir cannabis legalmente em Vermont, mas ainda não pode comprá-la. E é por isso que o turismo de cannabis, que está crescendo e prosperando na costa oeste, ainda não seguiu para o leste. Seguirá, em breve. Enquanto isso, ainda há uma tonelada de cidades legais para visitar e cenas agradáveis ​​para curtir uma brisa. Burlington é exatamente uma cidade com essa cena.

Quando se trata de acomodações, sugerimos que você opte por uma estadia no Airbnb quando for a Burlington. Por um preço relativamente baixo, você pode ficar no apartamento Fresh and Funky, no centro. É uma unidade de dois quartos em uma casa clássica que foi pintada em uma variedade de tons claros e cheia de móveis exclusivos. Além disso, há uma banheira de hidromassagem e um armário de roupas. Você poderá tirar ótimas fotos aqui e também aproveitar para chapar antes de sair.

Na hora de tomar uma cerveja, já que Vermont tem o maior número de cervejarias artesanais per capita, Burlington não decepciona. Comece em Fiddlehead, siga para Magic Hat, vá para Switchback e encerre na Citizen Cider.

Washington, DC

Desde 2014, a capital do país permite que as pessoas carreguem menos de duas onças de maconha (aproximadamente 56 g), mas ainda não é possível comprá-la, fazendo o visitante contar com pessoas gentis que optam por “oferecer” a você (o que é legal).

Fique atento aos pop-ups de cannabis, maneira popular da cidade de contornar a lei. Se você compra uma camiseta e o vendedor simplesmente gosta do seu rosto e te dá um bud, o que você vai fazer?

Uma maneira para não ter que sair pedindo maconha por aí é escolher uma acomodação mais experiente, que inclua uma amostra grátis. Por exemplo, o The Cosy Canna-Inn oferece aos hóspedes um pequeno mimo, além de óleo de massagem relaxante com infusão de maconha. Existem até sessões gratuitas de narguilé. Além disso, não é ruim que os anfitriões tratem os hóspedes como família e estejam à disposição para oferecer orientação sobre turismo e maconha.

Leia também:

Turismo canábico é a nova onda de negócios da maconha em Chicago (EUA)

#PraCegoVer: em destaque, montagem que mostra, à esquerda, um letreiro da cidade de Las Vegas, em Nevada, e, à direita, a fotografia, em close, do rosto de uma mulher soltando fumaça pela boca.

lazy placeholder Weed friendly: dez destinos para curtir uma viagem nos EUA

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário