Vendas de maconha em Illinois (EUA) atingem recorde de US$ 44,3 mi em maio

flor seca notas Vendas de maconha em Illinois (EUA) atingem recorde de US$ 44,3 mi em maio

Os números de maio superaram as vendas de janeiro em mais de US$ 5 milhões, sendo comprados quase 1 milhão de produtos de maconha. As informações são do Daily Herald, traduzidas pela Smoke Buddies

Os dispensários de maconha de Illinois, nos EUA, registraram seu melhor mês de vendas coletivamente em maio, depois que mais de US$ 44,3 milhões foram gastos em produtos no mês passado.

O Departamento de Regulamentação Financeira e Profissional de Illinois disse que os residentes de Illinois gastaram US$ 34,1 milhões em maconha recreativa, enquanto os compradores de fora do estado gastaram US$ 10,2 milhões.

site sb Vendas de maconha em Illinois (EUA) atingem recorde de US$ 44,3 mi em maio

Quase 1 milhão de produtos foram comprados, segundo o estado. A venda média em maio foi de US$ 44,80.

Os números de maio superaram as vendas de janeiro em mais de US$ 5 milhões.

As vendas de maconha recreativa para uso adulto tornaram-se legais em janeiro e formaram-se filas em torno de muitos dispensários em todo o estado no primeiro dia de vendas.

No início deste mês, o estado informou que recebeu mais de US$ 40 milhões em impostos sobre a maconha e receita associada de impostos sobre vendas da legalização da maconha recreativa nos primeiros quatro meses de operação. Os números da receita tributária de maio não estarão disponíveis até o início de julho.

Além disso, os municípios que permitiram a abertura de dispensários em sua jurisdição também podem começar a cobrar impostos locais no próximo mês.

Os dispensários de maconha foram autorizados a permanecer abertos como empresas essenciais desde que o estado de emergência em razão da COVID-19 foi declarado, enquanto muitas outras empresas foram fechadas em todo o estado.

O estado havia antecipado US$ 28 milhões em receita tributária da maconha legalizada no orçamento deste ano, de modo que o adicional poderia ajudar a aliviar alguns dos déficits esperados de outras fontes de receita do estado devido à pandemia de coronavírus.

Os impostos são gerados a partir de vendas em mais de 50 dispensários em todo o estado atualmente em operação e de cultivadores.

O estado tributa a maconha com base em sua potência, variando de 10% a 25%. O dinheiro gerado a partir do imposto estadual sobre a maconha vai para vários cofres. O fundo geral do estado recebe 35%, um programa de revitalização do desenvolvimento comunitário para áreas afetadas pela criminalização da maconha obtém 25%, enquanto 20% vão para programas de abuso de substâncias e saúde mental e 10% para a lista de pendências do estado. As agências de aplicação da lei do governo local recebem 8%, e 2% vão para a educação pública e a análise da legalização da maconha.

Leia também:

Oregon (EUA) bate recorde em vendas mensais de cannabis: US$ 100 milhões

#PraCegoVer: em destaque, foto em plano fechado, tirada com a câmera inclinada lateralmente, que mostra dois buds secos de maconha sobre notas de dinheiro, e um fundo escuro, com alguns feixes de luz branca, vistos à direita. Foto: themadpothead | Flickr.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!