Vendas de bebidas alcoólicas caem 13% nos estados dos EUA onde a maconha é legal

maconha 114 vezes mais segura alcool smoke buddies Vendas de bebidas alcoólicas caem 13% nos estados dos EUA onde a maconha é legal

O estudo, conduzido pela Universidade do Estado da Georgia, demonstrou uma grande redução nas vendas de bebidas em estados como Colorado e Washington. E sugere que o mercado legal da maconha é um grande concorrente do mercado estabelecido das bebidas alcoólicas. As informações são da High Times, com tradução exclusiva Smoke Buddies.

Com o avanço da legalização da maconha, tanto medicinal quanto recreativa, em 29 estados dos EUA, as vendas de bebidas alcoólicas registraram uma notável queda, segundo um recente estudo.

O relatório, que procurou identificar a relação entre as leis de maconha medicinal e o consumo de álcool, analisou dados das vendas de cervejas e vinhos em estados que recentemente legalizaram a planta. Eles mostram que 2 anos após a erva ser disponibilizada para uso medicinal, as vendas de bebidas em supermercados, lojas de conveniência, farmácias e lojas de atacado caíram 13%.

Leia: THC pode cortar fissura causada por álcool, diz estudo da Unifesp

Embora outros estados tenham tentado decifrar essa informação estritamente por meio de estimativas de consumo dos próprios usuários, esse estudo recente olhou exclusivamente para os dados de venda. O professor de economia da Universidade do Estado da Georgia, Alberto Chong, explica que o primeiro método não é confiável para chegarmos a uma conclusão definitiva.

“Estudos anteriores tentaram responder a esta questão usando pesquisas subjetivas. Nós usamos dados reais sobre as vendas, o que é muito melhor. São dados palpáveis, que nos permitem saber o exato número de vendas por loja”, explica Chong.

Apesar da queda de 13% demorar dois anos inteiros para ocorrer, o estudo observou que em alguns estados houve uma queda imediata de 9% nas vendas de álcool após a legalização da maconha medicinal.

Não obstante a pesquisa levar em conta apenas o uso medicinal da planta, Chong acredita que os estados onde a maconha recreativa é permitida certamente influenciam os resultados.

O estudo se apoia em descobertas anteriores, como a que sugere que os canadenses abandonariam o álcool em troca da planta, uma vez que a maconha fosse legalizada para fins recreativos. “Existe um potencial para alguns consumidores recorrentes de bebida em migrarem para longe desta categoria quando a erva se torna legal”, diz o estudo.

Estados como Colorado, Oregon e Washington foram levados em conta na pesquisa, o que também sugere que a cannabis seria um forte concorrente do mercado do álcool, já que mais de 80% dos usuários locais diz não misturar os dois hábitos.

Leia também:

Maconha entra na mira do setor de bebidas alcoólicas

Fotografia de capa: Angelo Correa – Smoke Buddies

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário