Vaporizar maconha te deixa mais chapado que fumar?

vaporizar maconha da mais onda que fumar maconha Vaporizar maconha te deixa mais chapado que fumar?

Sim! Segundo um novo estudo, realizado por cientistas da Universidade de Johns Hopkins, em Baltimore, vaporizar maconha deixará você mais chapado que fumar um baseado. Leia e entenda:

Cientistas provaram que a inalação de maconha com um vaporizador vai te deixar muito mais chapado do que fumar (consumindo a mesma quantidade de ervas, claro).

A nova pesquisa, liderada por cientistas da Unidade de Pesquisa em Farmacologia Comportamental da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, testou os efeitos do fumo versus cannabis vaporizada em 17 participantes que haviam fumado cannabis antes.

Para reduzir a tolerância, os participantes não foram autorizados a consumir cannabis no período de 30 dias antes do início do estudo. Cada um deles havia fumado maconha antes, embora não por 30 dias antes do testes. Ao longo de seis sessões de 8 horas, todos os participantes puderam chapar em nome da ciência.

O estudo foi financiado pela Administração de Serviços de Abuso de Substâncias e Saúde Mental, embora um dos autores do estudo já tenha recebido honorários de outras instituições.

Durante cada sessão, os participantes fumavam ou vaporizavam uma dose de cannabis contendo 0 miligramas, 10 mg ou 25 mg de THC. Enquanto cada participante fumava as três doses possíveis durante as seis sessões, eles não sabiam o quanto de THC eles estavam consumindo por vez.

Leia também: TOP 10: os melhores vaporizadores de ervas de 2018

Além de relatarem o quanto se sentiam chapados – ou seja, no efeito – por meio de questionários, os participantes também foram submetidos a uma bateria de testes físicos e cognitivos nos momentos que estavam chapados. Os consumidores tiveram seus batimentos cardíacos e pressões sanguíneas medidos a cada 8 horas e foram solicitados a completar tarefas no computador que envolviam a replicação de formas na tela, resolvendo equações simples e respondendo a dois estímulos diferentes simultaneamente.

“A cannabis vaporizada produziu mais efeitos farmacodinâmicos e maiores concentrações de THC no sangue em comparação com doses iguais de cannabis fumada”, explicaram os pesquisadores no artigo resultante do estudo, publicado na rede aberta do Journal of the American Medical Association.

“As concentrações sanguíneas de THC e a frequência cardíaca atingiram o pico em 30 minutos após a administração de cannabis e retornaram à linha de base dentro de 3 a 4 horas”, explicaram.

“Vários efeitos subjetivos da erva, como deficiências cognitivas e psicomotoras foram observados e persistiram por até 6 horas em média”.

Os pesquisadores apontaram que as quantidades que eles usaram eram menores do que aquelas encontradas nos baseados prontos e disponíveis  comercialmente.

“Notavelmente, a dose mais alta de cannabis administrada neste estudo (25 mg de THC) é substancialmente menor e tem uma concentração de THC menor do que a contida em baseados prontos e disponíveis para compra em dispensários, que comumente contêm cerca de 1,0 g de cannabis com concentrações de THC frequentemente superiores a 18%”, escreveram eles.

Leia também:

Associação Brasileira de Vapers é fundada no país

#PraCegoVer: fotografia (capa) colorida com efeito em sépia em primeiro plano de um homem com a cabeça erguida e envolto em uma nuvem de fumaça que expeli.

lazy placeholder Vaporizar maconha te deixa mais chapado que fumar?

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!
[mailpoet_form id="2"]
Deixe seu comentário