Uso de cannabis durante a gravidez associado a problemas comportamentais em crianças, diz estudo

bud maos elsa olofsson Uso de cannabis durante a gravidez associado a problemas comportamentais em crianças, diz estudo

Uma nova pesquisa conduzida por pesquisadores da Cidade Universitária de Nova York descobriu que o uso de cannabis durante a gravidez está relacionado a níveis elevados de ansiedade, agressão e hiperatividade em crianças pequenas

À medida que a cannabis se torna mais amplamente legalizada, os cientistas estão trabalhando para elucidar seus efeitos na saúde humana. Um novo estudo aborda a questão de saber se a droga é segura para uso durante a gravidez.

O artigo, publicado em Proceedings of the National Academy of Sciences, mostra uma correlação entre o uso materno de cannabis e o aumento da ansiedade em crianças pequenas. Os pesquisadores também observaram uma redução na expressão de genes relacionados ao sistema imunológico na placenta das mães.

gravital sb Uso de cannabis durante a gravidez associado a problemas comportamentais em crianças, diz estudo

Leia mais: Leite materno de usuárias de maconha não prejudica saúde de bebês a curto prazo

A professora Yoko Nomura (Queens College, Psicologia) foi a coautora do artigo, escrito em colaboração com pesquisadores da Escola Icahn de Medicina (Monte Sinai), onde Nomura também é palestrante.

“O sistema endocanabinoide no cérebro é conhecido por modular o nível de estresse”, disse Nomura. “A exposição precoce parece sobrecarregar o sistema, impedindo-o de funcionar tão bem como funcionaria de outra forma”.

Nomura e seus colaboradores analisaram dados de 322 pares de crianças entre três e seis anos e suas mães na cidade de Nova York, originalmente reunidos como parte de um projeto maior sobre Estresse na Gravidez iniciado em 2009.

As crianças cujas mães usaram cannabis mostraram maior ansiedade, agressão e hiperatividade do que os filhos de mães que não usaram, e as amostras de cabelo das crianças apresentaram níveis aumentados do hormônio do estresse, cortisol. As mesmas crianças tiveram um componente de alta frequência reduzido de sua variabilidade da frequência cardíaca, um traço associado a vários transtornos relacionados à ansiedade em crianças e adultos, escreveram os autores.

Leia também: Transtorno por uso de cannabis aumenta significativamente entre gestantes

Quando os pesquisadores viram a expressão diminuída de genes relacionados ao sistema imunológico nas placentas das mães, eles analisaram os genes e descobriram que essas redes de genes se correlacionavam com problemas de ansiedade e hiperatividade. Isso significa que os efeitos da cannabis nos genes da resposta imunológica na placenta podem ser a ligação para as características alteradas das crianças.

“Assim como fumar e beber álcool, as mães grávidas fariam o melhor ao evitar o uso de cannabis”, disse Nomura. “A verdade é que realmente não sabemos a extensão de sua influência ao longo da vida ainda. Não se deve usá-la como um método para aliviar os enjôos matinais”.

Saiba mais:

Gestantes recorrem a budtenders para informações sobre uso de cannabis em Washington (EUA)

#PraTodosVerem: fotografia, em plano fechado, mostra um bud de cannabis sendo segurado pelos dedos indicador e polegar de uma mão sobre a palma da outra. Foto: Elsa Olofsson | Unsplash.

smokebuddies logo2 Uso de cannabis durante a gravidez associado a problemas comportamentais em crianças, diz estudo

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!