Southern é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a produzir maconha medicinal

inflorescencia cola Southern é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a produzir maconha medicinal

A Southern University é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a oferecer uma linha de produtos de maconha medicinal. Com informações da FOX 8 News e tradução pela Smoke Buddies

A Southern University anunciou que seu Centro de Pesquisa e Extensão Agrícola divulgou nesta quarta-feira, 1º de julho, uma linha de produtos de maconha medicinal à base de THC que estará disponível em toda a Louisiana, nos EUA.

A universidade é um dos dois titulares de licença no estado autorizados a produzir.

site sb Southern é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a produzir maconha medicinal

Oficiais da universidade disseram que a Southern será a primeira entre as Universidades Historicamente Negras (HBCUs) a oferecer uma linha de produtos de maconha medicinal com THC e CBD disponíveis em toda a Louisiana.

A universidade informou que foi a primeira entre as HBCUs a lançar uma linha de produtos de CBD à base de cânhamo em janeiro de 2020.

 Southern é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a produzir maconha medicinal

O produto lançado anteriormente pela universidade é vendido sob o nome ALAFIA.

ALAFIA se traduz em “paz interior” na língua iorubá.

Leia mais: Legisladores pretos da Virgínia (EUA) pressionam pela legalização total da maconha

O produto é autorizado por meio de legislação aprovada na Louisiana em 2018, o Agriculture Improvement Act, que permite que o CBD derivado do cânhamo seja vendido em todos os 50 estados dos EUA.

Através de sua parceira, Ilera Holistic Healthcare, a universidade distribuirá seus produtos em farmácias em toda a Louisiana.

No início de junho, o governador John Bel Edwards assinou uma lei que permite que qualquer médico da Louisiana que esteja em boa posição junto ao Conselho de Examinadores Médicos do Estado da Louisiana recomende a maconha como tratamento para condições consideradas debilitantes.

Essa é uma expansão significativa da lei anterior, que permitiu produtos de maconha medicinal como tratamento para uma lista de 16 condições. Essa lei antiga também limitava o número de profissionais de saúde que podiam recomendar cannabis terapêutica a certos especialistas.

A nova lei entra em vigor em agosto de 2020.

A lei da Louisiana não permite que a maconha medicinal seja vendida de forma fumável.

As formas aceitáveis ​​são óleos, extratos, tinturas, sprays, cápsulas, pílulas, soluções, suspensão, mastigáveis ​​à base de gelatina, loções, adesivos transdérmicos e supositórios.

Leia também:

Ex-NBA Al Harrington quer tornar 100 negros milionários através do negócio de cannabis

#PraCegoVer: em destaque, a fotografia da cola de uma planta de cannabis com pistilos de cor creme folhas rajadas de roxo, sob uma iluminação focada, e um fundo escuro. Imagem: THCameraphoto.

smokebuddies logo2 Southern é a primeira universidade historicamente negra dos EUA a produzir maconha medicinal

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!