Um em cada três jovens residentes de Nova York fuma maconha

nyuse Um em cada três jovens residentes de Nova York fuma maconha

A cidade conhecida como Big Apple está se tornando, na verdade, Baked Apple – em referência ao termo que se refere aos entusiastas da erva. Nova York registrou, no primeiro relatório do Departamento de Saúde, que um terço de seus residentes jovens usa maconha. As informações são do New York Post, com tradução da Smoke Buddies

Um terço dos residentes de Nova York com idades entre 18 e 25 anos fuma, vaporiza ou ingere maconha, de acordo com o primeiro relatório sobre o uso de maconha do Departamento de Saúde da cidade.

O novo estudo também descobriu que um quarto dos adultos da cidade, entre 26 e 34 anos, usam maconha. Enquanto isso, cerca de 16% dos estudantes do ensino médio relataram uso, abaixo da média estadual de 18% e média nacional de 20%, de acordo com os dados selecionados de 2016 e 2017.

A taxa de consumo entre os jovens permaneceu estável na última década, disseram autoridades de saúde. Entre os adolescentes, o uso foi praticamente o mesmo por meninas (16%), e meninos adolescentes (15%), que relataram consumo de maconha durante o mês passado.

Mas a pesquisa também descobriu que cidadãos brancos estão ficando mais chapados do que negros ou hispânicos. Quase um quarto dos nova-iorquinos brancos (24%) relataram fumar maconha, em comparação com 14% dos residentes negros e 12% dos hispânicos.

Quando se trata de abuso real de cannabis, as visitas às urgências hospitalares entre os residentes do Bronx (61,6 por 100.000 residentes) foram mais de 1,5 vez as dos residentes de Staten Island, Brooklyn e Manhattan (39, 38,6 e 36,1 por 100.000, respectivamente) e quase 2,5 vezes a dos residentes do Queens (25,4 por 100.000).

O estudo ocorre em meio a um debate em Nova York sobre a legalização do uso recreativo da maconha, em grande parte porque jovens negros são responsáveis ​​pela maior parte das prisões e acusações de maconha, apesar de seu menor uso.

O prefeito Bill de Blasio endossou a venda legalizada de maconha. O governador Andrew Cuomo e os parlamentares estaduais debateram a questão no início deste ano, mas não chegaram a um acordo para aprovar a venda de maconha.

Os promotores municipais elogiaram o estudo. “Este relatório inovador fornece aos formuladores de políticas de Nova York os dados necessários para legalizar e regular a maconha de uma vez por todas”, disse o procurador do distrito de Manhattan, Vance Jr. “Nova York já é um dos maiores mercados de maconha do mundo, mas a criminalização continuada de nosso estado permitiu que um mercado ilícito inerentemente mais perigoso floresça”.

O procurador distrital do Brooklyn, Eric Gonzalez, disse: “O estudo do Departamento de Saúde sobre o uso de maconha em nossa cidade mostra o que sabemos há muito tempo – que os brancos usam maconha em taxas significativamente mais altas do que os negros e latinos. E, no entanto, quase 90% dos presos por porte de maconha são negros e pardos. É por isso que o escritório do promotor de justiça do Brooklyn não processa mais ninguém por simples porte de maconha”.

Leia também:

Nova York arquiva milhares de processos sobre posse ou consumo de maconha

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado de um homem usando boné, à esquerda da imagem, e exalando fumaça contra a luz.

lazy placeholder Um em cada três jovens residentes de Nova York fuma maconha

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário