THC no sangue e na saliva são medidas inadequadas de direção comprometida

mao baseado volante THC no sangue e na saliva são medidas inadequadas de direção comprometida

Um novo estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Sydney sugere que esses biomarcadores são indicadores inconsistentes para direção prejudicada por uso de maconha. As descobertas contrastam com a relação muito mais forte entre as concentrações de álcool no sangue e a deficiência na direção

Pesquisadores da Iniciativa Lambert da Universidade de Sydney (Austrália) analisaram todos os estudos disponíveis sobre a relação entre desempenho de direção e concentrações no sangue e na saliva de tetraidrocanabinol (THC), o componente inebriante da cannabis.

Os resultados surpreendentes indicam que as concentrações de THC no sangue e fluido oral são indicadores relativamente baixos ou inconsistentes de comprometimento induzido por cannabis.

gravital sb THC no sangue e na saliva são medidas inadequadas de direção comprometida

Isso contrasta com a relação muito mais forte entre as concentrações de álcool no sangue e a deficiência motora. As descobertas têm implicações para a aplicação das leis sobre direção sob efeito de drogas em todo o mundo, dizem os pesquisadores.

O estudo foi publicado recentemente na Neuroscience & Biobehavioral Reviews.

A autora principal, Dra. Danielle McCartney, da Iniciativa Lambert para a Terapia Canabinoide, disse: “As concentrações mais altas de THC no sangue foram apenas fracamente associadas ao aumento do prejuízo em usuários ocasionais de cannabis, enquanto nenhuma relação significativa foi detectada em usuários regulares de cannabis.

Isso sugere que as concentrações de THC no sangue e fluido oral são indicadores relativamente fracos de deficiência induzida por cannabis-THC.”

 

 

 

Leia mais: Usuários regulares de maconha dirigem com a mesma segurança que pessoas sóbrias

Para o estudo, os pesquisadores reuniram dados de 28 publicações envolvendo o consumo de formas ingeridas ou inaladas de cannabis. Eles então caracterizaram as relações entre as concentrações de THC no sangue e fluido oral e o desempenho ao dirigir (ou habilidades relacionadas à direção, como tempo de reação ou atenção dividida).

Para usuários de cannabis infrequentes ou ocasionais, foram observadas algumas correlações significativas entre as concentrações de THC no sangue e fluido oral e deficiência. No entanto, os pesquisadores observam que a maioria dessas relações era “fraca” em força.

Nenhuma relação significativa entre a concentração de THC no sangue e o desempenho ao dirigir foi observada para usuários de cannabis “regulares” (semanais ou mais frequentes).

“É claro que isso não sugere que não haja relação entre o inebriamento por THC e a deficiência motora”, disse a Dra. McCartney. “Isso está nos mostrando que o uso da concentração de THC no sangue e na saliva são marcadores inconsistentes para tal embriaguez.”

A pesquisa levanta questões sobre a validade dos métodos usados ​​para avaliar o comprometimento relacionado à cannabis. Isso inclui o teste de drogas móvel aleatório amplamente difundido para THC na saliva na Austrália e o teste para concentrações específicas de THC no sangue que é usado para detectar motoristas deficientes em alguns estados dos EUA e na Europa.

Leia também: “Não dirija sob efeito de maconha, mesmo se estiver sendo perseguido por um homicida”

A Dra. McCartney disse: “Nossos resultados indicam que indivíduos sóbrios podem ser erroneamente identificados como inebriados por cannabis quando os limites de THC são impostos por lei. Da mesma forma, motoristas que estão comprometidos imediatamente após o uso de cannabis podem não ser registrados como tal.”

Os pesquisadores também descobriram que o inebriamento subjetivo — como os indivíduos “chapados” relataram que se sentiam — também estava fracamente associado à deficiência real.

Isso significa que os motoristas não devem necessariamente confiar na percepção de sua própria deficiência para decidir se estão aptos para dirigir.

O coautor Dr. Thomas Arkell, da Iniciativa Lambert, disse: “É melhor esperar um período mínimo de tempo, entre três e 10 horas, dependendo da dose e da via de administração, após o uso de cannabis antes de realizar tarefas sensíveis à segurança. Aplicativos de smartphone que podem ajudar as pessoas a avaliar sua deficiência antes de dirigir estão atualmente em desenvolvimento e também podem ser úteis”.

Leia: Nível de THC no organismo não é indicador confiável de comprometimento por maconha

O diretor acadêmico da Iniciativa Lambert, professor Iain McGregor, disse: “As concentrações de THC no corpo claramente têm uma relação muito complexa com a embriaguez. A relação forte e direta entre as concentrações de álcool no sangue e a dificuldade de dirigir incentiva as pessoas a pensar que tais relações se aplicam a todas as drogas, mas certamente não é o caso da cannabis.

Uma pessoa inexperiente em cannabis pode ingerir uma grande dose oral de THC e ser completamente incapaz de dirigir, embora registre concentrações extremamente baixas de THC no sangue e fluido oral. Por outro lado, um usuário experiente de cannabis pode fumar um baseado, mostrar concentrações muito altas de THC, mas mostrar pouca ou nenhuma deficiência.

Precisamos claramente de maneiras mais confiáveis ​​de identificar a deficiência por cannabis nas estradas e no local de trabalho. Este é um problema particularmente urgente para o número cada vez maior de pacientes na Austrália que estão usando cannabis legal para fins medicinais, mas estão proibidos de dirigir.

O aumento do uso recreativo legal de cannabis em várias jurisdições em todo o mundo também está tornando mais urgente a necessidade de reforma das leis sobre o uso de cannabis.”

Veja também:

Dirigir sob efeito de maconha é mais seguro do que dirigir sob a influência de drogas prescritas

#PraTodosVerem: fotografia, tirada do banco de trás de um carro, mostra parte da cabeça e a mão da pessoa que está no banco do motorista e segurando um baseado entre os dedos indicador e médio, e o volante.

smokebuddies logo2 THC no sangue e na saliva são medidas inadequadas de direção comprometida

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!