Tailândia aposta na produção privada de maconha medicinal para impulsionar economia

flor close Tailândia aposta na produção privada de maconha medicinal para impulsionar economia

Economia tailandesa deve sofrer o maior declínio projetado na Ásia em 2020. Governo mira na legalização da cannabis como forma de estimular os setores de bem-estar, viagens e agricultura. As informações são da Bloomberg, com tradução Smoke Buddies

A economia debilitada da Tailândia, particularmente seus setores de turismo e agricultura, está prestes a receber um impulso de novas regras que facilitam o cultivo privado e a venda de maconha medicinal.

O Gabinete emendou o Ato de Narcóticos em 4 de agosto, pendente de aprovação do Parlamento, para permitir que operadores médicos privados — uma categoria que inclui alguns praticantes da medicina tradicional e fazendeiros — cultivem e comercializem a colheita, inclusive para exportação e importação. A medida expande uma política fundamental do vice-primeiro-ministro e ministro da Saúde Anutin Charnvirakul, que aposta que a legalização controlada da maconha impulsionaria os setores de bem-estar, viagens e agricultura.

lazy placeholder Tailândia aposta na produção privada de maconha medicinal para impulsionar economia

O último plano vai levantar os limites impostos quando o país em 2018 se tornou o primeiro no sudeste da Ásia a legalizar o uso medicinal da erva. Segue-se também à abertura, em janeiro, de uma clínica de maconha medicinal nas instalações do Ministério da Saúde que oferece medicamentos gratuitos aos seus pacientes. Isso não inclui as 147 clínicas autorizadas no país que atualmente podem prescrevê-la.

Leia mais: Clínica na Tailândia oferece óleo de cannabis grátis aos pacientes

“A Tailândia já é um destino turístico para muitos estrangeiros e a maconha será outra atração para o país e para os turistas médicos”, disse em uma entrevista Marut Jirasrattasiri, diretor-geral do Departamento de Medicina Tradicional Tailandesa e Alternativa. Os médicos privados com licenças ganharão o direito de “cultivar, produzir e exportar maconha”, disse ele, acrescentando que os agricultores tailandeses ganharão “mais opções de renda”.

A prioridade será dada aos investidores tailandeses, disse Marut.

“Queremos usar o dinheiro tailandês por enquanto, especialmente na colaboração entre o governo e as comunidades para aprimorar o conhecimento, a pesquisa e a produção”, disse Marut. “Não queremos que os estrangeiros venham e invistam e depois colham todos os benefícios”.

Os setores de agricultura e turismo são cruciais para a economia local. Cerca de um terço dos tailandeses vivem apenas do arroz, de acordo com a Associação de Exportadores de Arroz da Tailândia. Enquanto isso, o setor de turismo de bem-estar gerou gastos domésticos de US$ 12 bilhões em 2017, mais do que os valores combinados na Indonésia e na Malásia, de acordo com um relatório do Global Wellness Institute.

A economia da Tailândia deve contrair 8,5% em 2020 em meio à pandemia global de coronavírus, o maior declínio projetado na Ásia.

“Isso permitirá que mais pacientes tenham acesso à maconha medicinal para suas doenças e aumentará a conscientização sobre a maconha medicinal na Tailândia”, disse Traisuree Taisaranakul, porta-voz do governo, em um comunicado.

O cultivo e a distribuição de maconha são atualmente feitos exclusivamente por agências governamentais ou organizações estritamente regulamentadas. A planta continua sendo uma droga de categoria cinco, o que significa que o uso recreativo é proibido. A posse ilegal pode resultar numa pena de prisão de 10 anos e o “tráfico” é um crime punível com prisão perpétua ou pena de morte.

“Nos próximos estágios, tanto tailandeses quanto estrangeiros terão a oportunidade de serem tratados com maconha medicinal, mas somente depois que a pandemia de Covid-19 passar e as restrições de viagens forem suspensas”, disse Marut. “A maconha sempre foi a colheita da Tailândia e todos os países estrangeiros a amam”.

Leia também:

Tailândia aprova adição de cannabis a medicamentos tradicionais para uso em hospitais

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado de uma flor de cannabis em cultivo, repleta de tricomas e com pistilos e as pontas das folhas de cor amarela. Imagem: Pikist.

lazy placeholder Tailândia aposta na produção privada de maconha medicinal para impulsionar economia

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!