STJ reconhece tráfico privilegiado, apesar da grande quantidade de maconha

tijolos maconha STJ reconhece tráfico privilegiado, apesar da grande quantidade de maconha

O ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, determinou que o juízo de primeiro grau refaça a dosimetria da pena de mais de sete anos aplicada a um homem preso com 157 kg de cannabis e analise a possibilidade de conversão para restrição de direitos. Informações da ConJur

Sem constatar adequada motivação para o afastamento do tráfico privilegiado — causa de diminuição de pena voltada àqueles que não se dedicam a atividade ilícita —, o ministro João Otávio de Noronha, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu de ofício ordem de Habeas Corpus para reconhecer o direito de um condenado à minorante da sua pena.

O magistrado determinou que o juízo de primeiro grau refaça a dosimetria da pena de acordo com tais premissas, bem como analise o regime inicial mais adequado à nova punição e a possibilidade de conversão da pena em restritiva de direitos.

Leia mais: Deve haver comprovação da dedicação ao crime para afastar tráfico privilegiado

O homem foi condenado a sete anos e seis meses de prisão em regime fechado, além de 750 dias-multa, pela prática de tráfico de drogas. A pena-base foi aumentada levando-se em conta a quantidade de droga apreendida (157 quilos de maconha), o que levou à presunção de dedicação a atividades criminosas. O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve a decisão, que transitou em julgado.

O ministro relator lembrou que o Supremo Tribunal Federal já consolidou o entendimento de que a natureza e a quantidade de entorpecentes não podem ser usados em duas fases da dosimetria da pena (RE 666.334). Além disso, o próprio STJ também já decidiu que esses vetores não impedem a aplicação do redutor de pena.

A defesa foi feita pelos advogados Carolina Muniz e Wilibrando Bruno Albuquerque de Araújo.

Leia também:

STJ tranca ação por tráfico contra homem revistado sem justificativa legal

#PraTodosVerem: fotografia mostra vários tijolos de maconha empilhados, com os dois blocos do topo posicionados na diagonal, e uma parede bege que aparece através dos espaços.

smokebuddies logo2 STJ reconhece tráfico privilegiado, apesar da grande quantidade de maconha

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!