Smart Grow Nutrients: uma história de inovação e valorização da produção nacional

smart  Smart Grow Nutrients: uma história de inovação e valorização da produção nacional

Cinco anos após o lançamento de sua linha de nutrição para flores produzida no Brasil, a Smart Grow Nutrients colhe os frutos de um modelo de negócio que nasceu para atender cultivadores — saiba mais na entrevista com João Lordello, fundador da empresa

Em um passado não muito distante, pessoas cultivando flores com demandas específicas, como a cannabis ou a orquídea, não tinham à disposição, nas prateleiras de growshops, nutrientes próprios para a suplementação de plantas complexas — dependiam da importação de produtos que, além de custosa, era demorada.

O perrengue foi o que motivou o administrador de empresas baiano João Lordello a idealizar, em 2013, uma solução que suprisse essa necessidade: estava plantada a sementinha da Smart Grow, marca de nutrientes para culturas em hidroponia ou solo orgânico, inerte e semi-inerte, com produção orgulhosamente nacional.

“A gente pode fazer tudo que os gringos têm aqui dentro, com qualidade”, defende Lordello. “E, diferente de uns anos atrás, quando ‘importado’ era adjetivo, era sinônimo de qualidade, hoje o consumidor valoriza, sim, quem produz aqui e faz um trabalho sério, consistente e transparente”.

FEITO NO BRASIL

Com referências das linhas de nutrição americanas e canadenses, além da experiência em logística e contatos na indústria de fertilizantes, João passou os anos seguintes à ideia inicial desenvolvendo e testando os produtos que seriam lançados no mercado brasileiro em 2017.

“Depois da primeira formulação, vieram incompatibilidades e ajustes durante quatro anos, mais ou menos, até chegarmos em uma formulação definitiva”, explica. “Fizemos também 48 ciclos de teste ao longo desse período (sempre com 32-48 plantas de diferentes genéticas, para entender a resposta em cada espécime) e, a cada ciclo, usamos até três marcas, além da nossa, para comparar semana a semana, aprimorando nosso produto”.

 Smart Grow Nutrients: uma história de inovação e valorização da produção nacional

João Lordello visita uma planta de testes na Califórnia, em 2018. Crédito: acervo pessoal.

Em desenvolvimento constante, a linha completa da Smart Grow contempla, em 19 produtos, todas as etapas de um ciclo, do enraizamento à floração, incluindo nutrientes base, suplementação, regulação de pH e flush. Todos feitos no Brasil.

“Hoje, boa parte da nossa matéria-prima é nacional, e 100% comprada no país, justamente para termos a menor dependência possível de importação, de câmbio”, explica. “A gente acaba tendo um horizonte de preço melhor também, e pode colocar a tabela de preço para um ano. Isso para o lojista é uma garantia”.

ELOS E NÓS

“A Smart Grow não é só o João. É o Ricardo, que faz a nossa operação e vendas, a Rafa, que cuida do administrativo, a Martinha, que é responsável pelo nosso marketing, meus três braços direitos”, conta Lordello. “Tem ainda o pessoal da fábrica, que faz a mistura da nossa preparação, a equipe logística e, com a expansão para o Uruguai, tenho um sócio que compõe as cabeças envolvidas no nosso negócio e vai integrar a operação Brasil dentro de algum tempo”.

O método de terceirizar as atividades operacionais e internalizar as estratégicas, adquirido com a experiência em logística, se aplica a todas as cadeias produtivas da empresa, incluindo a ponta final, o elo com o cultivador: o lojista.

“Na loja, o cliente vai ter acesso não só ao nosso produto, mas ao substrato que ele usa, ao box, à iluminação, à exaustão, todos os acessórios que pode precisar. O lojista dará atenção, entendendo o problema, a situação, a necessidade”, explica. “O fertilizante, a comida, é um elemento do cultivo. Aí tem iluminação, exaustão, temperatura, umidade, a relação área versus equipamento, uma série de variáveis que um lojista entende porque vende aquilo”.

Essa lógica permite, além do foco no desenvolvimento e aprimoramento de produtos, otimizar processos e aumentar o alcance da marca que, segundo João, vai “do Piauí ao Chuí”.

EXPANDINDO HORIZONTES

“As flores têm uma demanda nutricional muito complexa, então quando a gente consegue desenvolver um produto para flor que atenda todo o ciclo, ele vai servir para qualquer cultura: alface, tomate, rúcula, laranja”, diz.

 Smart Grow Nutrients: uma história de inovação e valorização da produção nacionalSem negar, pelo contrário, sua origem no mercado canábico, ao qual João se diz extremamente grato, a Smart Grow entende que, através de uma comunicação democrática, consegue atender as necessidades de quem quer tirar o melhor proveito de qualquer cultura.

Dessa forma, além de vislumbrar no Uruguai as oportunidades e demandas de cultivadores de cannabis, iniciando a operação da empresa de fertilizantes no país vizinho, João aproveita o crescimento de iniciativas de agricultura urbana para espalhar as raízes da Smart Grow por outros ares.

“Hoje, atendemos fazendas urbanas que cultivam alface, rúcula, mostarda e folhosas em São Paulo”, conta. “Nosso projeto é criar nossa própria fazenda urbana, ainda é sonho, em fase de projeto. Seria um showroom para vender as hortaliças produzidas com Smart Grow. Esse é o próximo passo que a gente quer dar no Brasil”.

RUMO AO FUTURO

Prestes a completar sete anos de empresa e cinco de operação no mercado brasileiro, e cumprindo o propósito inicial de suprir a demanda de cultivadores, a Smart Grow se prepara para os novos desafios com um rebranding, modernizando a identidade visual criada pelo próprio João no início da caminhada.

“Ficar parado não é opção, estamos sempre buscando evolução, seja em produto, logística ou comunicação. Nosso cliente está mudando, estão vindo novas gerações, então nossa forma de comunicar enquanto marca precisa se modernizar”, conta. “A Smart Grow merece esse banho de loja (risos)”.

O carinho nítido que João nutre pelo projeto, que é apenas uma de suas iniciativas empreendedoras, se reflete em cada detalhe da marca, como nas embalagens e rótulos desenhados por ele para ter destaque na prateleira ou nos programas de crescimento, criados para orientar os clientes sobre o uso de cada produto da linha.

E reflete, ainda, no florescimento de um mercado que valoriza a produção nacional e que persevera, apesar de todas as dificuldades, por primaveras cada vez mais floridas.

Leia também:

Multipolianas: uma mulher e suas iniciativas canábicas de alto impacto social

#PraTodosVerem: fotografia de capa mostra visita da Smart Grow a um cultivo de maconha interno, de um de seus clientes no Uruguai, em 2018. Crédito: Divulgação.

smart grow Smart Grow Nutrients: uma história de inovação e valorização da produção nacional

Sobre Smart Grow

A Smart Grow Nutrients produz fertilizantes com o objetivo de ver o seu cultivo ficando grande e forte. Não é à toa que nossa marca tem ‘Smart’ no nome. Buscamos as melhores soluções para o seu plantio, com muita pesquisa e tecnologia, sempre de forma inteligente e que seja relevante para cada etapa do cultivo. Afinal, o fertilizante é ‘Smart’ para a sua planta crescer mais e melhor.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Mais deste autor