Sitconha: websérie de humor sobre a maconha estreia em abril

sitconha Sitconha: websérie de humor sobre a maconha estreia em abril

Dois amigos que dividem um apartamento são os protagonistas da “hempsérie” que, em esquetes de 4’20”, vai retratar situações, desafios e questões filosóficas presentes no cotidiano de quem ama a erva

Augusto e Branco são os personagens do Sitconha, websérie que estreia no dia 20 de abril, no Youtube e IGTV, com a proposta de trazer a maconha para a comédia através da perspectiva de dois amigos que compartilham, além do endereço (e único cenário da produção), a paixão pela planta.

Criada por André Pellegrino, João Sant’Anna e Pedro Thomé, com supervisão geral de Zé Lavigne, identidade visual de Antonio Zanon e parceria da Smoke Buddies, a série, dividida em episódios de 4 minutos e 20 segundos, pretende fugir dos estereótipos de quem consome maconha e, ao mesmo tempo, abordar questões comuns aos entusiastas da erva.

Os episódios, “curtos, recheados de humor ácido, com uma linguagem visual instigante e repletos de referências à cultura pop“, como definem os criadores, são resultado de um processo de reflexão do trio, que sempre quis escrever sobre algo que fosse genuíno na vida deles, que eles pudessem falar com propriedade.

“Eu, Pedro e João, a gente morou junto por um tempo, e a maconha estava sempre muito presente”, conta André, que, além de roteirista, é um dos atores da série que busca, nas palavras dele, criar algo relevante, para “pensar na comédia como uma forma de ativismo”.

“Eu curto esse gênero, o stoner, porque fumo há muito tempo e sempre curti com os amigos. Então, foi muito legal poder pegar todas as histórias e botar em uma coisa concreta, que todo mundo vai ver, gostar, se identificar”, conta Pedro Thomé, que escreve e também dirige a websérie. “Pegamos histórias daqui e dali, da galera da faculdade, do colégio, do teatro, todo mundo maconheiro, e deu nessa primeira temporada, que estamos finalizando agora”.

lazy placeholder Sitconha: websérie de humor sobre a maconha estreia em abril

#PraCegoVer: foto que mostra um personagem da série Sitconha deitado em um sofá, de lado (e pelado), e olhando para a câmera, enquanto o outro se apoia, de barriga para baixo, aparentemente, também sem roupa, no encosto, e olha na direção das partes íntimas do primeiro. Foto: Victoria Scholte.

“No audiovisual independente, a coisa é muito mais demorada, os tempos são outros, então isso para mim está sendo uma experiência nova”, conta o ator João Sant’Anna que, acostumado com projetos de teatro, encarou o desafio de escrever e protagonizar a primeira temporada do Sitconha. “Nos dedicamos a escrever muitos episódios, depois fizemos uma seleção, depois a seleção da seleção, até a gente achar que a gente tinha episódios engraçados e viáveis para fazer”.

Na expectativa para a estreia da produção independente, que começou há quase um ano, o grupo foca no conteúdo multimídia das redes sociais e cria formatos para expandir o alcance de seu público canábico. “A gente vai lançar um podcast em março e essa semana sai nosso primeiro quadrinho, um cartoon chamado Adão e Erva”, conta André.

Confira o teaser do Sitconha:

Leia também:

Sopro de vidro: arte como expressão da cultura canábica no Brasil

#PraCegoVer: fotografia (de capa) que mostra os personagens da série Sitconha, interpretados por André Pellegrino (à esq.) e João Sant’Anna, sentados em um sofá de cor cinza, com uma manta sobreposta, enquanto assistem TV. Quadros na parede, ao fundo, assim como objetos na mesa à frente do sofá, compõem o cenário. Foto: Victoria Scholte.

lazy placeholder Sitconha: websérie de humor sobre a maconha estreia em abril

Sobre Thaís Ritli

Thaís Ritli é jornalista e observadora do feminino no universo da cannabis, que se traduz em colunas mensais sobre o tema na Smoke Buddies.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!