“Que Bolsonaro seja salvo por uma médica negra e homossexual, que lhe receite canabidiol”

luis carlos valois “Que Bolsonaro seja salvo por uma médica negra e homossexual, que lhe receite canabidiol”

Em um tuíte, o juiz Luís Carlos Valois desejou que Bolsonaro seja salvo por uma médica negra e homossexual que lhe receite CBD. As informações são do DCM

O juiz Luís Carlos Valois escreveu, em uma postagem no Twitter, que deseja que Bolsonaro “seja salvo por uma médica negra e homossexual, que lhe receite canabidiol”.

O presidente testou positivo para a covid-19 e tem se medicado com hidroxicloroquina.

site sb “Que Bolsonaro seja salvo por uma médica negra e homossexual, que lhe receite canabidiol”

Leia também: A hipócrita proibição da maconha em tempos de pandemia, por Luís Carlos Valois

Cloroquina e Cannabis: quem defende o uso de um deveria apoiar o outro

Há uma diferença fundamental entre os canabinoides, particularmente o CBD, e a cloroquina (ou a hidroxicloroquina). Trata-se do fato de o CBD ser considerado uma substância dita, no linguajar técnico, GRAS (Generally Recognized as Safe), ou seja, geralmente reconhecida como segura. Não à toa, nos Estados Unidos o CBD é de amplo acesso, inclusive tratado por vezes como suplemento alimentar, em que pese discussões regulatórias na FDA sobre o tema. No Brasil a Anvisa já aprovou um medicamento importado à base de THC e CBD para venda nas farmácias, e, recentemente, aprovou o primeiro produto nacional à base de cannabis.

Não há justificativa honesta intelectualmente para se defender o uso amplo da cloroquina com bases em evidências empíricas positivas e não defender o uso de canabinoides, cujo conjunto de evidências positivas é mais amplo e cujos efeitos colaterais são praticamente inexistentes em se tratando do CBD.

Leia mais:

Cloroquina e Cannabis: quem defende o uso de um deveria apoiar o outro

#PraCegoVer: fotografia (de capa) que mostra Luís Carlos Valois, da cintura pra cima, gesticulando e vestido com uma camisa de cor bege, que combina com as paredes ao fundo. Imagem: arquivo pessoal / Ponte.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!