Programa Kush 3 na Rádio Smoke Buddies!

programa kush radio smoke buddies Programa Kush 3 na Rádio Smoke Buddies!

Programa Kush! Confira essa parceria roots entre o Coletivo IndicAtiva Rec e o Smoke Buddies!

Hoje as 21h, vai ao ar o Programa Kush #3 e, logo em seguida, tem o lançamento do Podcast IndicAtivaREC e Smoke Buddies, que reunirá o melhor do que vai ao vivo na Rádio, para você ouvir quando e onde quiser.

O programa Kush, comandado pela DJ Dóla “LAB” Rodrigues, é voltado a revelações da música independente, divulgações de artistas, eventos, festivais independentes e work shops de conscientização.

lazy placeholder Programa Kush 3 na Rádio Smoke Buddies!

Nesse programa:

– FRAGMENTES
– Imagreen Rap Underground
– ASCO
– Fukai
– Talma&Gadelha

+ 3 Lançamentos Exclusivos, para completar a brisa dos ouvintes

– DaLua DezeNove
– Rastaman Conspiração Caiçara
– Xizou

Não sequele

21:00 – Programa KUSH
22:00 – Lançamento do PODCAST IndicativaREC & SmokeBuddies #001 + Entrevista: Dóla “LAB” Rodrigues

 

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/158705393″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”450″ iframe=”true” /]

E para enfumaçar o primeiro podcast, batemos um papo rápido rápido com a Dj Dola Lab Rodrigues.

O Podcast já está disponível para ouvir no Soundcloud do Smoke Buddies

#Smoke Buddies- De onde veio o apelido Dóla ?
DJ Dóla “LAB” Rodrigues- Engraçado que todo mundo acha que é um nome artístico e tal, mas não tem nada disso rs… O apelido veio na verdade do meu irmão, quando nasci ele tinha 7 anos e não sabia falar meu nome (Stephanie) e só me chamava de “Bidóla” (nem me pergunte que até hoje ele não sabe de onde surgiu isso rs) e ficou desde bebê mesmo até hoje, a galera em casa não me chama pelo nome desde que nasci HAHAHA

#SB- Desde quando você fuma um?
Cara, fazem exatos 10 anos que fumo um! Então desde os meus 14/15 anos…

#SB– Qual sua relação com a música ?
E quando começou essa relação ? – Nossa….Acho que desde sempre. Quando eu era pequena lembro do meu pai ouvindo Dire Straits, Red Hot Chilli Peppers e tal e eu sempre ficava do lado fingindo que era o guitarrista ou algo do tipo hahahahah Mas o primeiro contato que tive MESMO foi aos 13 anos, quando me apresentaram as pick-ups. Na época não tive AQUELE contato que me prendesse sabe? Um ano depois, ganhei da minha mãe um violão e dai em diante foi indo… Aprendi música sozinha, autodidata mesmo, um pouco com os amigos, um pouco na internet e assim foi… Aos 14 anos eu e umas amigas montamos uma banda de Hard Core Feminino que durou um bom tempo, nesse meio tempo fui aprendendo como se mexia nas pick-ups e é assim até hoje.

#SB– Você sofre algum preconceito por fumar um ?
Já sofri muito! Hoje em dia, digo em questão familiar, a coisa mudou. Como disse, fumo a 10 anos e até minha mãe entender que “a maconha não é a porta para as outras drogas” demorou viu?! Hoje em dia ela até brinca, super respeita e tal mas é mãe né, sempre tem aquela preocupação que na rua pode me levar a outra coisa, o que a gente sabe que não é verdade. Agora na rua é tranquilo até.. Até porque, se você for parar pra pensar, todo mundo fuma ou conhece alguém que fuma então aquele preconceito MESMO eu acho que não! Só com os COPS (Policiais) que é sempre aquele lenga lenga de sempre….

#SB– Quando o ativismo passou fazer parte da sua vida ?
Acho que desde a adolescência mesmo, aquela fase revoltada e tal rs Como disse, eu tocava em banda de Hard Core e a cena mesmo do Hard Core já é aquele manifesto, aquela coisa de “vamos mudar/igualdade”, Com o tempo a gente vai vendo quais são os nossos interesses, direitos, deveres e valores e vai correndo atrás do que acha certo… Mas acho que desde a adolescência mesmo.

#SB– Como você conheceu o Smoke Buddies ?
Lembro que algum amigo me colocou no Grupo Smoke Buddies, mas na época nem dei atenção.. Nem sabia como funcionava o tal do “Facebook”, pra que servia um Grupo e como mexia em tudo isso rs Depois fui entender como funcionava e o que era realmente a Smoke Buddies.

#SB– Você acredita que a Legalização da Maconha está próxima ?
MUITO PRÓXIMA acredito que não. Mas se você for parar pra pensar, descriminalizou MUITO! Lembro quando eu era bem novinha e via várias notícias na mtv/jornais da época falando do Planet Hemp, que foi preso por cantar e fazer apologia a maconha e tal e olha hoje em dia… Isso se tratando do Brasil olha como muita coisa mudou… Primeiro precisamos de respeito/educação sobre o assunto pra depois entrar nessa fase burocrática de “como e quando” legalizar. Eu acredito que já pulamos várias etapas mas ainda tem muito mais e a batalha continua…

#SB– Um recado pros ouvintes do Programa Kush
Primeiramente, agradeço o espaço família Smoke Buddies!! Satisfação total poder somar e colaborar com vocês!! E aos ouvintes, MUITO OBRIGADO!! São vocês que fazem a diferença e continuem assim, metendo a cara e somando com a galera da Smoke Buddies e também da Marcha da Maconha. Nós do coletivo IndicativaREC estamos loucos e numa puta felicidade em saber que o programa Kush está sendo bem aceito pelos ouvintes e lembrando que precisamos de vocês para fazer acontecer!! Continuem mandando seus materiais, opinando, compartilhando, seguindo e curtindo a Rádio Smoke Buddies e espero que gostem dessa nova série de Podcast que preparamos com muito carinho e muita fumacinha rs Obrigado família

lazy placeholder Programa Kush 3 na Rádio Smoke Buddies!

Sobre Igor Scartezini

27 Anos Rio de Janeiro - RJ Social Media 💻 Cannabis Friendly - Vestindo a Camisa do Smoke Buddies desde 2011.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!