Por que os preços da maconha estão caindo, ao contrário de quase tudo, no Canadá

buds maos luvas ontario Por que os preços da maconha estão caindo, ao contrário de quase tudo, no Canadá

O preço da cannabis canadense, tanto para uso adulto quanto medicinal, caiu cerca de 25% desde o final de 2018. A inflorescência seca mais barata disponível na loja em Ontário é vendida por CA$ 3,57 (R$ 13,9) o grama com impostos incluídos. Informações do Globe and Mail

À medida que os canadenses lidam com a inflação mais alta em décadas e ampliação dos aumentos de preços, um setor permanece preso a uma longa tendência de descontos e preços baixos: a cannabis.

Carregados de estoques, produtores e varejistas de maconha vêm reduzindo os preços de seus produtos para ganhar dinheiro e lutar por participação de mercado — uma situação muito diferente da observada na maioria das outras indústrias, nas quais amplas forças econômicas estão pressionando aumento de preços entre os concorrentes.

Os preços da cannabis para uso adulto e medicinal caíram 8,3% e 10,2%, respectivamente, no ano passado, e cerca de 25% em ambas as categorias desde o final de 2018, segundo a Statistics Canada. A taxa de inflação anual atingiu 6,7% em março, a mais alta desde 1991.

A Statscan mede os preços de flores secas e óleos no mercado legal, contabilizando fatores como tamanho do produto e níveis de tetraidrocanabinol (THC), o principal componente psicoativo da cannabis. Os preços de varejo também caíram acentuadamente para canetas vaporizadoras, pré-enrolados, comestíveis e bebidas com infusão de THC, de acordo com outros provedores de dados.

Mais de três anos após a legalização do uso adulto, a indústria da cannabis continua altamente competitiva. Muitos grandes produtores perderam participação de mercado no ano passado, e os recentes aumentos de capital paralisaram uma onda de consolidação e fechamentos há muito esperada.

A trajetória futura dos preços da cannabis dificilmente é certa — e depende um pouco da viabilidade de empresas com anos de perdas.

Leia também: Canadá: um quarto da população diz ter usado maconha em 2021

“Muitas empresas públicas estão vendendo com prejuízo e conseguem fazer isso por que continuam acessando os mercados para trazer dinheiro e depois continuar vendendo”, disse Prin Sivalingam, vice-presidente sênior de finanças da Aurora Cannabis Inc.

Mas, ele disse: “Acho que esse dia está chegando ao fim lentamente”.

O ambiente atual está muito distante dos primeiros meses de legalização, quando o mercado de varejo era severamente mal atendido e os preços eram proibitivos em comparação com os do mercado ilícito.

Isso mudou rapidamente. “No verão de 2019, já estávamos em uma situação de superávit” para o fornecimento de cannabis, disse Michael Armstrong, professor de negócios da Universidade de Brock em St. Catharines, Ontário.

Simplificando, os produtores de cannabis estavam colhendo muito mais do que os canadenses poderiam fumar ou ingerir. Apesar do crescimento das vendas no varejo, o mercado doméstico não é tão grande quanto os impulsionadores da indústria — e investidores esperançosos — imaginavam, levando a estoques inchados.

Os consumidores têm sido bastante claros sobre o que gostam: maconha mais barata.

Entre outubro e dezembro do ano passado, 61% das vendas de flores secas no site da Ontario Cannabis Store (OCS) ficaram entre CA$ 3 (R$ 11,6) e CA$ 6,50 (R$ 25,3) por grama, de acordo com seu último relatório trimestral. (Nas lojas de varejo, 45% das vendas estavam nessa faixa.) A cannabis seca mais barata disponível na loja da província é vendida por CA$ 3,57 (R$ 13,9) o grama (impostos incluídos), embora geralmente para compras de 28 gramas, uma grande quantia para um usuário social.

“Assim como em outras indústrias, provavelmente a maior fatia do mercado será de produtos de baixo preço”, disse o Prof. Armstrong, que pesquisa o setor. “A maioria dos consumidores quer apenas algo decente a um preço baixo, principalmente se forem usuários pesados.”

Quanto custa o grama de maconha no Brasil?

À medida que os preços baixos persistem, os compradores estão deixando o mercado ilícito. Os fornecedores legais agora conquistam a maioria das vendas de cannabis em Ontário — um feito que finalmente alcançaram no segundo semestre de 2021, estima a OCS.

“Acho que chegamos a um ponto em que o preço das flores no segmento de valor está realmente no que, ou até um pouco abaixo, o mercado ilícito está”, disse Beena Goldenberg, CEO da OrganiGram Holdings Inc., recentemente em uma teleconferência de resultados.

Mas dentro do mercado legal, dizem os analistas, há pouca fidelidade à marca e a participação de mercado é tênue. Em março de 2021, quatro grandes produtoras — Tilray Brands Inc., Hexo Corp., Canopy Growth Corp. e Aurora Cannabis — responderam por 54% das vendas no varejo, de acordo com números da Hifyre, uma plataforma de dados que cobre uma parte do mercado de varejo canadense de cannabis. Um ano depois, eles representavam apenas 28% das vendas.

Alguns produtores não estão dispostos a participar de uma corrida para o fundo do poço. “Você está vendo uma aceleração de preços irracionais, principalmente em flores com desconto, e nós decidimos que vamos sair de certas categorias que não fazem sentido e fazem perder dinheiro”, Miguel Martin, CEO da Aurora Cannabis, disse a analistas em fevereiro.

Outro elemento-chave nos preços mais baixos? A proliferação de lojas de maconha.

Antes difíceis de encontrar, as lojas de cannabis surgiram em shoppings e nas principais ruas de todo o país, levando a margens comprimidas e forte concorrência por dólares do consumidor. A estratégia abrangente da Value Buds, uma cadeia de varejo com mais de 75 locais em Ontário, Alberta e Saskatchewan, é reduzir seus rivais com preços com desconto.

Leia mais: Indústria da maconha adiciona CA$ 43,5 bilhões ao PIB do Canadá, diz relatório

Enquanto isso, a produção está se movendo na direção certa — ou seja, agora há menos. Em setembro, havia cerca de 1,7 milhão de metros quadrados de espaço de cultivo interno, uma queda de 22% em relação aos níveis de pico em 2020, de acordo com os últimos números da Health Canada. Várias empresas estão fechando unidades de produção, incluindo a Hexo, que disse em abril que estava fechando suas instalações em Belleville, Ontário, e demitindo 230 funcionários, após outros fechamentos anunciados.

“Há um esforço consciente dentro da própria indústria para começar a reduzir a oferta a um nível que seja suportado pela demanda que temos atualmente”, disse Sivalingam, da Aurora.

Ainda assim, um abalo da indústria ainda não se concretizou, em parte por que os preços das ações da cannabis tiveram um aumento temporário no início de 2021, vinculado à especulação de que em breve haveria uma reforma nas leis de maconha dos EUA. Andrew Carter, analista de cannabis da empresa de investimentos Stifel, com sede nos EUA, disse que “muitos operadores ruins” conseguiram arrecadar dinheiro e “prolongar seus sonhos”.

Mas os investidores, mais uma vez, azedaram com as empresas de cannabis. Muitos produtores estão vendendo estoques “apenas para manter as luzes acesas” e financiar suas dívidas, disse Carter.

Vários executivos e analistas dizem que os preços da cannabis seca chegaram ao fundo do poço ou chegarão em breve, dado o pouco espaço que há para cortar ainda mais. Em vez disso, disse Goldenberg, da OrganiGram, mais “compressão de preço” provavelmente está chegando para canetas vape e outros produtos.

Com os preços baixos se mantendo, o setor está preparado para um período potencialmente tumultuado de falências e aquisições de negócios.

“Se os preços continuarem caindo, isso significa que a consolidação de produtores licenciados vai acelerar, então as coisas vão melhorar, mais rápido” para o setor, disse Frederico Gomes, analista da ATB Financial. “Mas também significa que muitas empresas terão dificuldades.”

Leia também:

Romantizar maconha prensada é tão perigoso quanto sua venda, porte e consumo

#PraTodosVerem: foto mostra duas mãos com luvas laranjas unidas em forma de concha e sustentando uma porção de buds secos de maconha, em uma instalação de cultivo em Ontário. Fotografia: Dave Chan / NYT.

smokebuddies logo2 Por que os preços da maconha estão caindo, ao contrário de quase tudo, no Canadá

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!