Preço da maconha cai em Nevada (EUA), mesmo com demanda robusta e testes rigorosos

buds flores mao Preço da maconha cai em Nevada (EUA), mesmo com demanda robusta e testes rigorosos

A cidade do pecado atrai compradores curiosos de várias partes do mundo e, apesar da demanda, os preços das flores de maconha, de médio porte pra cima, estão em declínio em todo o estado de Nevada. Com informações do MJBizDaily e tradução pela Smoke Buddies

O suprimento de flores de cannabis de nível intermediário está aumentando no mercado de uso adulto de Nevada, embora a demanda permaneça robusta e o mercado ainda não tenha tido oferta excedente.

Os produtores relatam que uma libra (0,45 kg) de flor de qualidade média está sendo vendida por cerca de US$ 2.000 no atacado, abaixo dos US$ 2.800 a libra um ano atrás, porque a oferta aumentou.

À medida que mais produtores ficam on-line e alcançam capacidade, o mercado tem visto um aumento na cannabis de qualidade mediana, o que significa que o preço médio da cannabis caiu, embora os preços no atacado de flores por libra do estado ainda sejam mais altos do que outros mercados de cannabis mais maduros.

Mas as flores de alta qualidade ainda estão conquistando um prêmio, com libras de material de primeira linha sendo vendidos por bem mais de US$ 3.000 no atacado, porque ainda é difícil de encontrar.

De acordo com vários produtores de Nevada, libras de flores de cannabis no atacado, por nível de qualidade, estão sendo vendidas por:

  • Primeira linha: US$ 2.400 a US$ 3.600 (abaixo dos mais de US$ 4.000 um ano atrás)
  • Nível médio: US$ 1.800 a US$ 2.200 (abaixo dos US$ 2.400-US$ 2.800 um ano atrás)
  • Nível baixo: US$ 1.200

Mais pessoas estão experimentando cannabis pela primeira vez e os consumidores regulares estão comprando mais.

Além disso, o principal centro urbano de Nevada — Las Vegas — tem uma média de 45 milhões de turistas por ano, e o mercado de Sin City (cidade do pecado) atrai constantemente compradores curiosos que vêm de outras partes do mundo. Apesar da demanda, os preços das flores de médio porte ainda estão em declínio.

O mercado geral de cannabis em Nevada continua a crescer a um ritmo constante.

Os dados fiscais de maconha fornecidos pelo Departamento de Tributação de Nevada mostram que as vendas no atacado combinadas de cannabis para uso medicinal e recreativo totalizaram aproximadamente US$ 250 milhões entre janeiro de 2019 e outubro de 2019. Em Nevada, tanto a cannabis por atacado para uso médico quanto para uso adulto é tributada a uma taxa de 15% sobre a primeira venda a um processador ou varejista.

As autoridades de Nevada disseram que a arrecadação de impostos sobre a maconha no mês de outubro de 2019 foi a maior desde o início das vendas legais recreativas em 2017. O estado arrecadou US$ 36,7 milhões em impostos sobre a cannabis até o primeiro terço do ano fiscal de 2020, um aumento de quase 16% em relação ao ano anterior, nos mesmos quatro meses do ano fiscal de 2019.

“Há uma enorme demanda por flores”, disse Trip Hoffman, diretor de operações da Body and Mind, uma operadora de vários estados verticalmente integrada com uma instalação em Nevada.

Quantidade versus qualidade

Há um ano, a cannabis recreativa ainda era nova em Nevada e os maiores produtores não haviam construído suas instalações.

Chris Wren, vice-presidente de operações da Planet 13, uma empresa verticalmente integrada com sede em Las Vegas, disse que viu um influxo de produtores em larga escala produzindo flores aparadas à máquina e de qualidade medíocre que são vendidas por cerca de US$ 2.000 a libra no atacado.

Mas Wren acrescentou que as flores de alta qualidade são escassas e vendidas por US$ 2.700 a US$ 2.900 a libra no atacado.

“Aqueles que podem produzir uma cannabis desejável, em condições de venda… estão vendendo tudo o mais rápido possível”, disse ele.

De acordo com Wren, a demanda ainda está crescendo, com pessoas comprando mais e novos clientes entrando no mercado.

Shane Terry, CEO da Taproot Holdings, uma empresa de cannabis verticalmente integrada, com sede em Las Vegas, disse que, embora tenha sofrido alguma pressão de queda nos preços, o preço geral no atacado é “bastante forte”.

Ele também relatou uma “inundação” de cannabis de média e baixa qualidade, atingindo o mercado de cultivadores em larga escala. Terry espera ver um ressurgimento da cannabis artesanal à medida que os produtores se voltem para o preço mais alto.

Duas outras tendências que Terry disse que está assistindo:

  1. Interesse de mais operadores multiestado e fora do estado que desejam o prestígio de ter uma marca estabelecida em Las Vegas.
  2. Empresas verticalmente integradas bloqueando o espaço da prateleira e mantendo-o para seus próprios produtos.

Leia: A maconha dos EUA é padrão ouro, mas a lei federal a mantém fora do mercado global

Questões sobre pesticidas

De acordo com Hoffman, quando o Departamento de Agricultura de Nevada reduziu os limites permitidos de pesticidas em agosto de 2019, os preços no atacado aumentaram quando alguns produtores falharam nos testes e o mercado topou com um obstáculo.

“Muitos cultivadores ainda estavam usando alguns pesticidas de maneiras que haviam sido aprovadas no passado”, acrescentou.

O gráfico a seguir mostra os níveis aceitáveis ​​atuais de pesticidas para os cultivadores de Nevada, de acordo com o Departamento de Tributação de Nevada.

lazy placeholder Preço da maconha cai em Nevada (EUA), mesmo com demanda robusta e testes rigorosos

#PraCegoVer: gráfico de barras verticais azuis, com cada barra representando um pesticida e o tamanho das barras sendo proporcional à quantidade de pesticida em ppm.

Antes da mudança nos testes de pesticidas, Hoffman estava vendendo sua flor por US$ 2.000 a US$ 2.300 a libra, mas disse que em dezembro o preço subiu de US$ 2.200 a US$ 2.500.

Mas outros no estado dizem que não viram uma mudança nos preços diretamente relacionada à mudança nos testes de pesticidas.

Wren disse que a maioria dos produtores no estado não está falhando.

“Os níveis anteriores à mudança eram tão baixos que não consigo imaginar que houvesse uma grande quantidade de pessoas usando pesticidas químicos e morrendo nos testes quando eles as apertassem”, disse ele.

Em 2017, quando o estado adicionou um teste para o fungo aspergillus, muitos cultivadores falharam nos testes, segundo Wren, mas a maioria dos produtores com os quais sua empresa lida agora é livre de pesticidas.

“Qualquer pessoa que é esperta está apenas executando um cultivo limpo e não usando pesticidas”, disse ele.

Hoffman disse que os produtores podem decidir evitar produtos químicos e aprender novas técnicas para gerenciar pragas e fungicidas, mas os passos “não são tão fáceis”.

Por exemplo, um produtor que usa pesticidas pode pulverizar as plantas a cada três a quatro semanas, enquanto um que usa soluções orgânicas ou naturais pode precisar pulverizar a cada dois a três dias.

Dependendo do sistema integrado de manejo de pragas usado pelo cultivador, Hoffman estima que os métodos orgânicos podem custar entre US$ 50 e US$ 150 a mais por quilo de biomassa seca.

Laboratórios de teste

Os reguladores de Nevada fecharam recentemente um laboratório de teste de cannabis em Las Vegas, depois que se descobriu que a flor testada tinha três vezes o limite permitido de levedura e mofo. No ano passado, o Departamento de Tributação lançou uma investigação sobre o funcionamento dos laboratórios.

Chris Rebentisch, CEO da 1933 Industries, uma produtora/processadora em Las Vegas, disse que a tendência entre os consumidores que pedem aos floristas mais baratos as flores com a maior potência levou algumas empresas a procurar resultados favoráveis ​​em laboratório.

“Os laboratórios tiveram um papel importante nos preços em Nevada”, disse ele.

Wren mencionou que Nevada tem muitos laboratórios de alta qualidade que se preocupam com precisão e padronização.

Embora Wren tenha ouvido falar de vários laboratórios que não se mantêm nos mais altos padrões.

“Não quero números artificialmente altos”, disse ele. “Quero saber o que nossa metodologia nas instalações de cultivo está produzindo com precisão, de forma repetível, para que eu possa acompanhar”.

Porém, à medida que mais laboratórios são analisados, alguns são fechados, levando a um gargalo na cadeia de fornecimento de cultivo, que diminui a oferta e faz com que os preços subam.

Terry disse que muitos cultivadores criaram seus próprios testes internos para serem aprovados quando o produto é enviado aos laboratórios.

Ele espera que os padrões de teste se tornem ainda mais rigorosos à medida que a indústria avance, semelhante aos rígidos padrões impostos à indústria de jogos.

“Os laboratórios de teste são o epicentro da integridade e consistência do produto”, disse Terry.

Leia também:

Na primeira semana de legalização, demanda por maconha explode em Illinois (EUA)

#PraCegoVer: em destaque, fotografia em plano fechado de uma mão em forma de concha, onde estão vários buds de maconha secos, e um fundo cinza. Foto: Don MacKinnon | AFP.

lazy placeholder Preço da maconha cai em Nevada (EUA), mesmo com demanda robusta e testes rigorosos

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário