Polícia do Kansas (EUA) apreende dinheiro de vendas de maconha legal

notas dolares ramo Polícia do Kansas (EUA) apreende dinheiro de vendas de maconha legal

O xerife do Kansas confiscou dinheiro proveniente do estado de Missouri, onde a venda de maconha é legal desde 2018; caso ilustra as dificuldades enfrentadas pelas empresas de cannabis nos Estados Unidos, que são forçadas a operar principalmente em dinheiro por causa das leis federais que impedem os bancos de trabalharem com negócios do setor. As informações foram traduzidas pela Smoke Buddies da High Times

Uma empresa de logística do Colorado está buscando a devolução de US$ 165.000 em dinheiro apreendido por um departamento do xerife do Kansas, argumentando que o dinheiro vem das vendas de maconha legal e não deveria ter sido levado por policiais. O dinheiro foi confiscado de um funcionário da Empyreal Logistics durante uma parada de trânsito em 18 de maio no condado de Dickinson, Kansas, depois de ser recolhido pelo funcionário em dispensários de maconha medicinal no Missouri.

A Procuradoria dos EUA para o Kansas abriu um processo de confisco de bens civis no assunto, alegando em documentos judiciais que o dinheiro está sujeito a apreensão por causa de supostas violações das leis federais contra a fabricação e distribuição de drogas, de acordo com relatos da mídia. O motorista não identificado do veículo, entretanto, não foi acusado de nenhum crime.

gravital sb Polícia do Kansas (EUA) apreende dinheiro de vendas de maconha legal

O agente especial da Drug Enforcement Administration (agência antidrogas dos EUA) Bryson Wheeler escreveu em um depoimento no caso de confisco que aproximadamente US$ 165.620 foram apreendidos de uma van Ford Transit de propriedade da Empyreal Logistics, com sede em Denver, pela delegada Kalen Robison do condado de Dickinson durante uma parada de trânsito ao longo da rodovia I-70. Robison também havia parado a van no dia anterior por causa de uma pequena infração de trânsito.

Leia também: EUA: principal regulador financeiro critica Congresso pela inércia na regulação da maconha

Durante a primeira parada de trânsito, o motorista disse à delegada que estava coletando dinheiro em dispensários de maconha em Kansas City, Missouri, e transportando o dinheiro através do Kansas para uma cooperativa de crédito no Colorado. O Missouri legalizou a maconha medicinal em 2018 por meio de uma emenda constitucional aprovada pelos eleitores, mas o Kansas é um dos poucos estados restantes que não têm disposições para a cannabis legal.

O motorista foi liberado e colocado sob vigilância por agentes da DEA, que o observaram “parando e entrando em vários dispensários estaduais de maconha” no Missouri. No dia seguinte à primeira parada do tráfego, Robison parou a van novamente ao longo da interestadual. O motivo da segunda parada de tráfego não está incluído na declaração, de acordo com o Topeka Capital-Journal .

Durante a parada de trânsito em 18 de maio, policiais apreenderam cinco sacos de dinheiro, que o motorista alegou serem de dispensários de cannabis no Missouri. Uma unidade canina da polícia mais tarde “alertou para o odor de maconha vindo do dinheiro”, escreveu o agente da DEA, e “a maconha é uma substância controlada e ilegal segundo a lei federal e estadual do Kansas”.

Os advogados da Empyreal Logistics argumentaram em documentos judiciais que o dinheiro apreendido deveria ser devolvido à empresa, contestando as alegações dos promotores federais de que o dinheiro estava relacionado ao tráfico de drogas e sujeito a confisco.

“As reivindicações do requerente devem ser barradas, pois a conduta que gerou a propriedade do réu era legal sob a lei estadual de Missouri e tácita ou afirmativamente permitida pela ação do governo federal dos Estados Unidos”, escreveram os advogados da empresa.

Saiba mais: Fiscalização na Califórnia apreende 1,2 milhão de plantas ilícitas de cannabis

Perigos de uma indústria baseada em dinheiro

O caso Empyreal ilustra as dificuldades enfrentadas pelas empresas de cannabis estadualmente legais, que são forçadas a operar principalmente em dinheiro por causa das leis federais sobre drogas e lavagem de dinheiro. Em seu site, a empresa promete enfrentar os desafios de operar em um setor que só usa dinheiro com soluções, incluindo “veículos blindados discretos e ecologicamente corretos”.

“Com nossas instalações de última geração, processamento seguro de moeda e serviços de gerenciamento, gerenciamos com segurança os ativos de caixa de centenas de empresas em vários setores para que possam se concentrar no gerenciamento de suas operações”, escreveu a empresa em um comunicado à imprensa não relacionado ao caso de confisco de ativos. “A Empyreal usa ferramentas de dados e inteligência para ajudar a maximizar nossa solução de caixa, com o objetivo de mudar a maneira como os clientes pensam sobre transporte seguro”.

Arshad Lasi, o CEO da operadora de dispensários de cannabis Nirvana Group, diz que muitos dos problemas de manuseio de dinheiro enfrentados pela indústria de cannabis poderiam ser resolvidos com a aprovação do SAFE Banking Act, legislação que permitiria às instituições financeiras fornecer serviços bancários tradicionais para negócios de maconha legalizados pelos estados. Provisões do projeto foram incluídas em um projeto de lei de gastos militares aprovado pela Câmara dos Representantes em setembro, mas o Senado ainda não aprovou a legislação.

Veja também: EUA: Câmara aprova reforma do sistema bancário de maconha

“Fornecer às empresas licenciadas de cannabis a oportunidade de fazer transações bancárias de maneira tradicional e não se limitar a negociar em dinheiro é crucial”, escreveu Lasi por e-mail. “O sistema bancário permite que as empresas permaneçam em conformidade, as ajuda a evitar responsabilidades, entre outros benefícios, incluindo segurança e proteção”.

“Tenho esperança de que o SAFE Banking Act seja aprovado no Senado, pois sua aprovação também aumentará a reputação da indústria da cannabis como um ator legítimo e importante nas economias dos estados”, acrescentou Lasi.

Lex Corwin, fundador e CEO da cultivadora de cannabis da Califórnia Stone Road, disse que forçar as empresas de cannabis legais a operar somente em dinheiro é “ridículo e prejudicial” e pediu aos legisladores que aprovem a legislação.

“O SAFE Banking Act daria a uma indústria já legal a legitimidade de que precisa e que é honestamente devida, especialmente por que o governo não tem problemas para coletar o dinheiro desses negócios de cannabis”, Corwin disse à High Times. “Negociações em dinheiro também são uma grande responsabilidade e um problema de segurança pessoal — os maiores casos de ferimentos e morte são em torno de retiradas e devoluções de dinheiro, em última análise, colocando as pessoas que tentam jogar dentro do sistema legal em perigo”.

O juiz da magistratura dos EUA Kenneth Gale marcou uma audiência sobre o caso de confisco de ativos da Empyreal para 4 de janeiro.

Leia mais:

Nevada (EUA) vende mais de US$ 1 bilhão em maconha em um ano

#PraTodosVerem: fotografia mostra um pequeno ramo de cannabis sobre um leque de notas de dólares. Imagem: Marco Verch | Flickr.

smokebuddies logo2 Polícia do Kansas (EUA) apreende dinheiro de vendas de maconha legal

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!