Pesquisa revela os profissionais mais maconheiros do Colorado

fumando baseado Pesquisa revela os profissionais mais maconheiros do Colorado

Jornalistas, músicos, artistas… Diz aí, qual tipo de profissional gosta mais de fumar unzinho? O Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente do Colorado, EUA, realizou uma pesquisa com mais de 25 mil pessoas para descobrir quais são os profissionais mais maconheiros da região. Ficou curioso? Descubra conosco. As informações são do Yahoo Finanças.

Um estudo realizado no Colorado, nos Estados Unidos, onde o consumo da maconha é legalizado, mapeou os principais usuários da substância e mostra como a decisão afetou o estado. A pesquisa, que ouviu mais de 25 mil pessoas, foi feita pelo Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente e mostra quais são os profissionais que mais consomem maconha.

Em primeiro lugar aparecem os profissionais do setor alimentício, que trabalham no preparo e no serviço de alimentos: 32,2% das pessoas que trabalham na área afirmaram terem fumado nos últimos 30 dias.

site sb Pesquisa revela os profissionais mais maconheiros do Colorado

Em segundo lugar apareceram os profissionais de artes, design, entretenimento, esportes e mídia, com 27,5% das pessoas dos setores listados terem consumido a substância. Confira a lista completa:

  1. Setor alimentício:  32,2%
  2. Artes, design, entretenimento, esportes e mídia: 27,5%
  3. Fábricas/produção: 20,8%
  4. Ciencias sociais: 20,6%
  5. Vendas: 19,4%
  6. Manutenção e reparos: 19,2%
  7. Cuidadores: 16,8%
  8. Pesca e agricultura: 16,5%
  9. Construção e extração: 16,5%
  10. Construção civil: 16,5%

Profissões que menos consomem maconha

Na outra ponta da lista aprecem os profissionais do setor de medicina e os de segurança, com 3,1% e 6,2%, respectivamente.

A pesquisa também mostrou que as pessoas com idades entre 18 e 25 anos têm mais propensão ao consumo da erva (29,6%) e que os homens ficam à frente das mulheres (17,2% contra 11,3%). Considerando as etnias, as pessoas brancas lideraram o ranking (15,3%), seguida pelos hispânicos (15,1%) e os negros (14,5%).

Leia também:

São Paulo está entre as cidades que mais consomem maconha no mundo

#PraCegoVer: Fotografia da parte do rosto de uma pessoa expelindo fumaça e sua mão segurando um baseado.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!