Pais trocam álcool por cannabis durante pandemia de Covid-19

baseado alex mihai Pais trocam álcool por cannabis durante pandemia de Covid 19

Um número crescente de adultos vem trocando o álcool pela cannabis desde o início da pandemia do coronavírus. Segundo pesquisa norte-americana, 52% dos que aderiram à substituição são pais com filhos menores de 18 anos

A pesquisa foi realizada on-line nos EUA pela The Harris Poll, em nome da Curaleaf Holdings, de 8 a 12 de outubro de 2020, entre 1.895 adultos com 21 anos ou mais, dos quais 772 disseram já ter usado cannabis, segundo uma nota divulgada na semana passada.

Uma das várias descobertas do estudo foi que 42% dos adultos que já usaram cannabis começou ou aumentou o consumo desde o início da pandemia. Quase metade, 45%, dos entrevistados disse ter reduzido ou substituído o álcool pela planta, e mais de 33% prefere consumir cannabis do que beber.

site sb Pais trocam álcool por cannabis durante pandemia de Covid 19

O grupo demográfico que registrou o maior aumento no consumo de cannabis foi o dos pais com filhos menores, com 52% afirmando que aumentou o uso de maconha em comparação com apensa 33% dos entrevistados sem filhos.

O estudo também descobriu que mais da metade (57%) dos pais com filhos menores de 18 anos que já consumiram maconha reduziu ou substituiu o consumo de álcool por cannabis desde o início da pandemia. Eles também foram o grupo com maior probabilidade de usar a planta para fins principalmente medicinais.

Leia mais: Consumo de álcool e outras drogas aumenta durante a Covid-19, nos EUA

À medida que a pandemia aumenta a pressão sobre a saúde mental das pessoas, a maioria (54%) dos participantes da pesquisa disse que usa cannabis para reduzir o estresse e a ansiedade. Ajudar as pessoas a relaxar foi a segunda razão mais comum para consumir maconha, com 50% dos participantes usando-a para isso, seguido por 48% das pessoas que disse ajudar a dormir melhor.

“Desde o início da pandemia, vimos um aumento de novos consumidores em nossos dispensários, com mais pessoas explorando a cannabis”, disse Joe Bayern, presidente da Curaleaf.

“A liberação da planta — e o aumento da diversidade entre os consumidores que a apreciam — continuará à medida que o público em geral se torna mais interessado em incorporar a cannabis em suas rotinas de saúde e bem-estar”.

Stacia Woodocock, gerente do dispensário da Curaleaf em Nova York, completou: “Educar os consumidores sobre o consumo de cannabis é muito importante”.

“Os farmacêuticos e dispensários comprometidos da Curaleaf têm como prioridade educar os pacientes e consumidores e ajudá-los a encontrar os produtos certos para tornar a cannabis parte de suas vidas”.

Leia também:

Jovens estão bebendo menos e consumindo mais maconha nos EUA, segundo estudo

#PraCegoVer: em destaque, foto que mostra as mãos e parte do cabelo de uma mulher que está acendendo um baseado e uma taça de vinho ao fundo, na parte esquerda do quadro; detalhe para as unhas vermelhas. Foto: Alex Mihai | Unsplash.

 Pais trocam álcool por cannabis durante pandemia de Covid 19

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!