Paciente com dor crônica obtém HC para importar e cultivar sementes de cannabis

o que voce precisa para cultivar cannabis maconha Paciente com dor crônica obtém HC para importar e cultivar sementes de cannabis

Salvo-conduto, expedido pela Justiça Federal, é restrito para fins medicinais e uso próprio; autoridades policiais ficam impedidas de atentar contra a liberdade de locomoção do paciente, bem como apreender ou destruir a matéria-prima e plantas cultivadas. Informações do TRF3

Um paciente acometido de dor crônica decorrente de várias comorbidades (síndrome do manguito rotador, lesão fibrocicatricial, lombociatalgia intensa e enfisema pulmonar) obteve, na 3ª Vara Criminal Federal de São Paulo, o direito de importar sementes da Cannabis sativa para fazer o plantio e cultivo dentro de sua residência com o objetivo de extrair óleo medicinal para uso próprio. A decisão, do dia 1/12, é da juíza federal Flávia Serizawa e Silva.

O autor requereu a expedição de um salvo-conduto para a permissão de importação, transporte e plantio da erva, com fins medicinais e tratamento, impedindo, desse modo, que as autoridades policiais atentem contra sua liberdade de locomoção, apreendam e/ou destruam a matéria-prima e plantas cultivadas, possibilitando o efetivo acesso e exercício de seu direito à saúde e dignidade.

Veja também: Direito à vida deve prevalecer, diz TJSP ao autorizar cultivo de cannabis

Alegou que em decorrência do alto custo do medicamento, o cultivo caseiro foi a única saída encontrada para adquirir o remédio. Afirmou que o uso do extrato caseiro do vegetal, segundo os relatórios médicos, demonstrou redução significativa dos sintomas e de seu quadro clínico geral, permitindo a plena utilização de suas faculdades físicas e psicomotoras.

“O cultivo e a produção caseira do óleo medicinal da maconha é uma realidade no mercado brasileiro paralelo, bastando uma simples pesquisa no canal mais popular de postagens de vídeos, Youtube, para que se obtenha tutoriais para a produção domiciliar de tal óleo medicinal […]. É cediço que a saúde é um direito de todos e deve ser assegurado aos brasileiros e residentes no país. Tal preceito está resguardado pela Constituição Federal que possui como prerrogativa levar o bem-estar social a todos por meio das políticas públicas e da edição de normas que sejam capazes de concretizar o direito”, afirma a juíza na decisão.

Flávia Serizawa destaca que, apesar da Anvisa ter retirado a Cannabis sativa da sua lista de drogas proibidas, quando utilizada para fins medicinais, a agência não permite a produção do óleo essencial no Brasil e muito menos a importação da matéria-prima. “Em verdade, apenas autoriza a importação de medicamentos e produtos, por meio de um processo complexo, extremamente oneroso, via desembaraço aduaneiro. Desse modo, a compra do óleo fica restrita a um público exclusivo, não possibilitando a todos o exercício do mesmo direito, o que fere a isonomia prevista no artigo 5º, I, da Constituição Federal”.

Leia mais: Delegado preso por cultivar cannabis é solto após um ano

A magistrada concluiu estar presente o “periculum in mora”, pois, caso não seja expedido o salvo-conduto, o paciente estará à mercê da fiscalização de autoridades policiais, sendo iminente a sua prisão pela prática do crime de contrabando ou tráfico de entorpecentes com conexão internacional.

Por fim, julgou procedente o habeas corpus determinando que as autoridades coatoras se abstenham de adotar quaisquer medidas tendentes a cercear a liberdade do paciente em razão da importação de sementes da cannabis para a extração do óleo, exclusivo para uso próprio, restando expressamente vedada qualquer forma de comercialização da matéria-prima ou dos compostos derivados.

Quando solicitado, o paciente deverá elaborar relatórios prestando informações sobre a quantidade de sementes ou mudas utilizadas no período, variedades respectivas, extrações de óleo etc., submetendo-se a todas as medidas eventualmente adotadas pela autoridade sanitária para fiscalização de seu cultivo.

Leia também:

Ceará tem esboço de projeto de lei para criar política estadual de cannabis para fins medicinais

#PraTodosVerem: fotografia de um cultivo indoor de maconha onde plantas em período vegetativo aparecem no primeiro plano, parte inferior da imagem, e várias em floração são vistas ao fundo. Foto: Dave Coutinho | Smoke Buddies.

smokebuddies logo2 Paciente com dor crônica obtém HC para importar e cultivar sementes de cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!