Onze anos de Smoke Buddies: da ideia à transformação

onze anos capa Onze anos de Smoke Buddies: da ideia à transformação

Ao recordar o que muita gente me perguntava há 11 anos, se “a Smoke Buddies vai dar certo?”, facilmente respondia: só saberemos se tentarmos. Capaz que o maior desafio seja esse, todo dia 25 de janeiro, escrever um texto que represente o que passamos e o que está por vir. Diante deste desafio, deixo um acróstico para explanar e celebrar a nossa décima primeira primavera

Selecione o que tiver de melhor agora e bole com amor. Para conhecer a história da brisa à ideia, de como a Smoke Buddies surgiu e de como caminhamos por uma década, você pode conferir aqui, no artigo publicado no ano passado.

Marcando posições, somos vozes, ouvintes e espectadores, explanamos, desmistificamos e normalizamos. Mas, ainda vemos que nem tudo são flores, erramos, aprendemos, e principalmente evoluímos e educamos dentro de onze anos de existência.

O que pode ser loucura para muita gente, para nós é motivo de luta: é pelos direitos humanos, já que regulamentar a maconha vai muito além do direito de adquirir, cultivar, portar e consumir sem cometer crime. É começar a pôr um fim à guerra às drogas, que executa e encarcera majoritariamente a população negra e periférica do país.

Know-how para entender a realidade não é necessário: basta uma breve passada de olhos nos noticiários para vermos que enquanto o Brasil gera profundo estrago em nome da Guerra às Drogas, em países com a maconha legalizada são gerados empregos e qualidade de vida, além da redução da violência.

Em onze anos, registramos, em mais de 9.800 posts, só no site, a regulação da maconha prosperar, empregar e capitalizar países e sociedades, às vezes reparando os danos causados pela guerra às drogas, e principalmente sem mais mortes de cidadãos em nome dela.

Brasil da Maconha Legalizada: milhões em impostos arrecadados e milhares de empregos criados. Sem dúvidas essa é a notícia que eu e toda equipe Smoke Buddies mais deseja noticiar e, não sem luta, algum dia, ainda vai chegar lá.

Uma certeza nós temos: há uma “pseudolegalização” no Brasil, realidade de alguns brasileiros que obtêm acesso à maconha terapêutica por vias como as decisões da Anvisa, da Justiça e pelas associações de pacientes, talvez de uma forma menos desejada do que a que vislumbramos.

Democratizar o conhecimento e o acesso digno e seguro a produtos com qualidade certificada e preço acessível, que proporcionará a milhares de brasileiros portadores de alguma condição médica usufruir dos benefícios terapêuticos da maconha, cannabis, plantinha milagrosa ou como queiram chamar, segue sendo nossa principal missão.

Dentro da constituição brasileira, entre 245 artigos e mais de 1,6 mil dispositivos, o direito à saúde é garantido a todo cidadão brasileiro e já é perceptível que para muita gente que o bem-estar, a qualidade de vida e até o tratamento de condições mais graves são obtidos pela maconha e suas formas de uso terapêutico.

Indiscutivelmente, a maconha e seus usos estão sendo cada vez mais normalizados — ou seja, vistos com normalidade. Aliada a estudos e resultados positivos, a planta que antes era tida como uma droga recreativa passou a ganhar espaço nos consultórios e nos kits terapêuticos do brasileiro.

Enquanto aguardamos a mudança do atual governo, da 11.343 de 2006, a Lei de Drogas, e a descriminalização do consumidor pelo Supremo Tribunal Federal, seguimos na missão de desmistificar o tema, a importância e os benefícios não só da planta, mas também de sua legalização.

Singularmente, a transformação pauta muitos momentos na Smoke Buddies e, como um organismo vivo, seguimos em constante mutação, afinal, independente de lei, força proibicionista, sociedade conservadora ou afins, a mudança tem que começar por nós mesmos.

#PraTodosVerem: fotografia mostra, à esquerda, parte da inflorescência de uma planta de maconha de cálices roxos e pistilos em tom de creme, de onde saem folhas serrilhadas, que contrastam com o fundo escuro, à direita. Foto: THCamera Cannabis Art.

 

 Onze anos de Smoke Buddies: da ideia à transformação

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!