“Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão

Onde os becks estao uzbequistao “Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão
Newsletter Open Green

Título que remete à pergunta “onde os becks estão?” nasceu de uma experiência pessoal do vocalista. O clipe produzido à distância durante a quarentena conta com participação de ativistas pela legalização da maconha, como o Profeta Verde, o advogado André Barros, além da voz de Renato Cinco

Caverjets, novo nome do rock carioca, une crítica social, bom humor e diferentes vertentes do gênero para passar a mensagem antifascista, uma bandeira da banda. Outra bandeira é a da legalização do uso adulto e medicinal da maconha, retratada em “Uzbequistão”, single do disco de estreia da banda.

A banda Caverjets brotou em 2019 como uma evolução da carreira solo do vocalista Xandão do Rock, com a ideia de transitar por diversas facetas da história do Rock’n’Roll, indo do blues ao rockabilly, passando pelo ska, punk, hardcore e hard rock. “Uzbequistão”, assim como o single anterior, “Pequenas Igrejas, Grandes Negócios”, é um bom exemplo dessa pluralidade.

lazy placeholder “Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão
lazy placeholder “Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão

#PraCegoVer: fotografia tirada com a câmera inclinada que mostra a banda Caverjets, sendo, da esquerda para a direita, Tainá Garmendia, Gimme Mandrix, Xandão do Rock, Vitega, Livio Medeiros e Raquel Doria, em uma calçada arborizada.

Auditor fiscal, rockeiro e maconheiro

Paulista, auditor fiscal da receita estadual do Rio de Janeiro desde 2008, Alexandre Reinhart é, além de músico, ativista e paciente da cannabis medicinal. E, com propriedade para comentar sobre o tema, já fez cálculos sobre a receita que a legalização pode gerar para o Brasil. Em entrevista ao portal Maryjuana (2018), Xandão contou que, por conta de uma hérnia de disco, já foi submetido a mais de vinte cirurgias na coluna. Mesmo após as diversas intervenções, o problema não foi resolvido e deixou uma sequela permanente, uma lesão na medula espinhal.

“Há algum tempo já havia percebido que a maconha tem a propriedade de diminuir a frequência da dor”, menciona Xandão que revela que somente após a uma viagem à Europa foi que se deu conta do verdadeiro potencial medicinal da maconha. Após consumir produtos ricos em CBD, o músico relatou que a melhora das dores foi notável.

As melhoras promovidas pela maconha impulsionaram Xandão para a militância canábica, que se transformou em música: “Ela é Medicinal”

A música, que fazia parte do repertorio do projeto solo do vocalista Xandão do Rock, contará com uma nova versão, que estará presente no álbum de lançamento dos Carvejets.

Onde os becks estão?

Uzbequistão é a primeira música do álbum e foi criada anos antes da banda se formar. O trocadilho do título remetendo a “onde os becks estão?” nasce de uma experiência pessoal de Xandão em uma de suas viagens, que está diretamente ligada à cannabis e também às primeiras ideias que viriam a desenvolver outros sons da banda e o projeto em si.

Uzbequistão vem de um ocorrido durante a viagem de Xandão e amigos a Fernando de Noronha, quando, apesar de uma forte fiscalização policial, não faltava a vontade de fumar um baseado. Segundo Xandão, a solução foi apertar todos os becks no começo do dia e os levar para o passeio de buggy. Já no local que imaginavam ser tranquilo para fumar, os amigos se viram na situação em que os becks estavam perdidos. Começou, então, uma discussão sobre “onde os becks estão?”, gerando o trocadilho com o país Uzbequistão, o que levou Xandão a produzir a letra da música.

lazy placeholder “Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão

Anos depois, em outra viagem, desta vez em Praga, na República Tcheca, após dias sem conseguir maconha, receberam a dica de um local, com cara de dominado pela máfia russa, mas que poderia ser a salvação. Com a necessidade alimentando a coragem, pegaram um carro por aplicativo e seguiram até o destino.

A surpresa ficou por conta da nacionalidade do motorista, que era de Uzbequistão, e gerou um momento hilário de recordação do antigo episódio em Noronha. Os episódios causaram um sentimento de obrigação de gravar a música, que estava quase pronta há alguns anos. A gravação desse som gerou a vontade de gravar outras faixas e foi isso que iniciou todo o projeto, que hoje se chama Caverjets.

O clipe, criado e gravado à distância durante a quarentena conta com participação de ativistas pela legalização da maconha como Profeta Verde, o advogado André Barros, além da voz de Renato Cinco.

A faixa e o videoclipe estão disponíveis em todas as plataformas de música digital, a partir de hoje (24/7), às 16h20.

Siga a Caverjets nas redes sociais:

 

#PraCegoVer: em destaque, uma fotomontagem que mostra uma pessoa, das costas para cima, com os braços abertos, um baseado entre os dedos e um turbante e, ao fundo, um palácio parecido com o da animação do Aladdin em um deserto, com um letreiro luminoso no topo exibindo o nome Uzbequistão e um baseado, além de um disco voador de um lado e um tapete mágico com duas pessoas de outro.

lazy placeholder “Onde os becks estão?”: Banda Caverjets lança clipe da música Uzbequistão

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!