O que significa o termo “OG” quando se fala em maconha?

bud og kush O que significa o termo OG quando se fala em maconha?

OG é um termo que todo entusiasta da cultura canábica conhece. Mas quem inventou a sigla e o que significa exatamente? Confira a(s) resposta(s) no artigo de A.J. Herrington, publicado originalmente no Merry Jane

Com 5.000 anos de história espalhados por todo o mundo, a cultura da cannabis desenvolveu um léxico rico e multilíngue para descrever a planta da cannabis e a riqueza da experiência humana que a cerca. Mas com uma extensão tão variada de conhecimento para recorrer, as origens de muitas palavras e expressões no dicionário da maconha são questões de controvérsia, sujeitas a debate contínuo.

Veja também – Dicionário da maconha: termos, expressões e nomes do universo canábico

site sb O que significa o termo OG quando se fala em maconha?

Um exemplo primordial desse fenômeno pode ser encontrado com o termo OG — você sabe, como em OG Kush. Mas o que significa OG? Embora as iniciais “OG” sejam comuns nas subculturas da maconha, o que elas representam é em grande parte uma questão de a quem você pergunta. Na maioria das vezes, você ouvirá uma das duas teorias populares, mas existem várias outras. Fora da cultura canábica, existem ainda mais definições possíveis para OG.

Então, o que OG realmente representa? Vamos deixar essa decisão para você, leitor(a) curioso(a). Mas aqui está uma análise de suas diferentes definições e a tradição que alimenta sua popularidade contextual.

giftrimbim1 O que significa o termo OG quando se fala em maconha?

“Ocean grown” vem do norte da Califórnia

Uma teoria sobre a origem do termo OG na tradição da maconha é que ele significa “ocean grown” (cultivada no oceano, em tradução livre). Como diz a lenda, um cultivador costeiro do norte da Califórnia que dominava a arte de cultivar Afghani kush encontrou outro maconheiro um dia e os dois começaram a conversar. Em pouco tempo, o novo amigo do agricultor puxou um saco de erva e ofereceu uma session num bowl. Assim que o saco foi aberto e o cultivador — que não havia revelado sua profissão — cheirou a erva e viu os buds, soube que era a maconha que acabara de cultivar.

Comentando sobre seu estoque, o dono da erva disse que podia afirmar pelo aroma que o bud havia sido cultivado na montanha. Não pronto para aceitar uma revisão desinformada de sua colheita por um estranho, o cultivador respondeu: “Não, cara, essa é aquela erva cultivada no oceano”, ou algo nesse sentido. Mas o termo “cultivada no oceano” (ocean grown) pegou e continua sendo uma descrição popular para maconha entre os cultivadores e maconheiros da costa da Califórnia.

Leia mais – Sopro de vidro: arte como expressão da cultura canábica no Brasil

Mas OG não significa “original gangster”?

Outra história de origem popular para o termo OG, ou “original gangster”, neste contexto tem suas raízes na cena hip-hop de Los Angeles do final dos anos 80 e início dos anos 90. Com vários MCs (como Dr. Dre e Ice Cube do NWA) vindos de bairros repletos de gangues, armas e drogas, OG implicava status e estabilidade em um mundo caótico, especialmente entre os Crips, uma das gangues mais notórias de LA.

Depois de ser popularizada por Ice-T com seu álbum Original Gangster, em 1991, não demorou muito para que a expressão permeasse a cultura rap do sul da Califórnia e o zeitgeist americano em geral.

O termo foi então adicionado ao kush, que estava sendo produzido para distinção por cultivadores em San Fernando Valley, pela equipe de Cypress Hill, de acordo com algumas versões da história. A afirmação é apoiada pelo banco de sementes de cannabis de Amsterdã, DNA Genetics, que desenvolveu sementes para a variedade que antes só estava disponível como clone.

“O OG foi marcado no LA Kush nos anos 90 pelo Cypress Hill Crew e significa ‘gangsta original’”, disse DNA ao San Diego CityBeat em um e-mail de 2011. “Também há histórias de que OG significa ‘ocean grown’, mas sendo de Los Angeles acreditamos e sentimos que o OG vem da família Cypress. Espero que isso limpe o ar nebuloso”.

Em pouco tempo, OG Kush era o bud preferido na blunt de qualquer gângster da Costa Oeste que se preze.

Leia mais – Connect to Spirit: coleção fotográfica eleva a imagem da cannabis

Ou foi tudo um complô para derrubar o governo?

Embora as explicações do termo OG como “ocean grown” e “original gangster” tenham mais força no mundo da cannabis, elas não são as únicas teorias. Outra possível origem para OG é que as iniciais se referem a OverGrow.com, um site que hospedava conselhos de cultivo e uma plataforma de troca de sementes, enquanto defendia uma derrubada (overthrow) do governo. Foi um dos primeiros fóruns on-line para cultivadores de maconha, lançado em 1999. No entanto, foi fechado pela polícia canadense em 2006, que apreendeu os servidores da plataforma e prendeu vários de seus operadores.

Outra teoria sobre a origem do termo OG em referência à maconha foi recentemente popularizada pela série-documentário Montanha Mortal de 2018 da Netflix. Nesta versão da história, um dos cultivadores da velha escola do condado de Humboldt (Califórnia) disse que o termo foi cunhado depois que um cultivador da região voou para o Afeganistão para contrabandear sementes com genética kush de primeira linha. As colheitas resultantes, com buds ricos em terpenos nutridos pelo terroir* único do Triângulo Esmeralda, foram apelidadas de OG Kush para indicar que foram cultivadas pelos produtores originais (original growers) da variedade.

Variedades de cannabis com o apelido OG

Geralmente, quando se trata de cannabis, OG se refere a OG Kush. Assim como as iniciais que compõem o nome da variedade, a linhagem desta cultivar é um ponto de discórdia entre duas escolas de pensamento californianas. O contingente do norte da Califórnia apoia a teoria de que OG Kush é descendente de sementes de Afghani Kush contrabandeadas para os EUA e cultivadas na Costa Perdida (Lost Coast). Uma vez em seu novo ambiente, a variedade expressou características distintamente potentes e saborosas no clima favorável do Triângulo Esmeralda.

Os impulsionadores do sul da Califórnia favorecem a ideia de que OG Kush é uma híbrida das variedades tradicionais Chemdawg, Lemon Thai e Pakistani Kush que foi desenvolvida e popularizada por cultivadores de interior de San Fernando Valley.

Mas mesmo essas duas histórias de origem para OG Kush não são incontestáveis. Outra versão da linhagem afirma que a variedade foi criada na Flórida, através do cruzamento de uma variedade do norte da Califórnia com uma Hindu Kush holandesa.

Qualquer que seja a árvore genealógica da variedade, depois de quase três décadas no mercado, a OG Kush gerou literalmente dezenas de variedades de descendentes à medida que os breeders combinam suas características superiores com outras linhagens genéticas. Muitas dessas variedades com parentesco OG Kush carregam o apelido OG, incluindo Sex OG, Comatose OG, Zombie Killer OG e muito mais.

OG Kush também forneceu a genética para variedades populares, incluindo Headband e Girl Scout Cookies (GSC). Outros produtores caçaram e controlaram fenótipos distintos de OG Kush, isolando a SFV OG e a Tahoe OG, entre outras.

*Terroir é um termo francês geralmente utilizado para se referir ao ambiente natural em que um tipo específico de vinho é produzido e o solo em que as uvas são cultivadas.

Leia também:

Cannabis Indica, Sativa, Híbrida e Ruderalis: quais as diferenças?

#PraCegoVer: fotografia, em plano fechado, de um bud de cannabis de pistilos marrons e formato de gota deitado sobre uma superfície branca lisa que aparece na metade inferior do quadro, em fundo roxo. Crédito: Nickel Bag of Funk / Flickr.

smokebuddies logo2 O que significa o termo OG quando se fala em maconha?

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!