Reguladores de Nova York aprovam novas regras para produtos de cânhamo

ponte brooklyn Reguladores de Nova York aprovam novas regras para produtos de cânhamo

Os produtos de inflorescências de cânhamo podem ser vendidos no estado, se não forem comercializados ou anunciados para fins de uso fumado. As informações são do Hemp Grower, com tradução Smoke Buddies

Em uma reunião na semana passada, o Conselho de Controle de Cannabis (CCB) de Nova York aprovou novas regras para o programa de cânhamo do estado, permitindo a venda de inflorescências de cânhamo, mas proibindo a venda de produtos de delta-8-THC.

Durante o encontro, o CCB abordou vários assuntos relacionados à publicidade, processamento, fabricação, teste e embalagem de cânhamo e produtos derivados do cânhamo em Nova York.

gravital sb Reguladores de Nova York aprovam novas regras para produtos de cânhamo

Leia mais: Nova York aprova venda de inflorescências de maconha para uso medicinal

O Departamento de Saúde do estado inicialmente publicou os regulamentos para comentários públicos antes de serem formalmente protocolados pelo Escritório de Gerenciamento de Cannabis (OCM), que supervisionou o programa de cânhamo do estado sob a promulgação do Ato de Regulamentação e Tributação da Maconha no início deste ano, informouMorning AgClips.

Mudanças no local

Os regulamentos permitem que produtos de inflorescências de cânhamo sejam vendidos, desde que não sejam “comercializados ou anunciados para o propósito de fumar ou na forma de um pré-enrolado, cigarro ou baseado”, relatou o meio de comunicação.

As novas regras também proíbem a venda de produtos de delta-8-THC porque eles contêm “qualidades inebriantes”, e o OCM acredita que devem ser regulamentados pelo futuro programa de uso adulto do estado.

Saiba mais: Nova York: sem licenças de maconha até 2023, disse a chefe do conselho de cannabis

Outras disposições críticas discutidas na reunião para os padrões de fabricação, laboratório, embalagem e rotulagem incluem:

– Todos os produtos devem ser fabricados usando as Boas Práticas de Fabricação específicas para a forma do produto.

Todos os produtos devem ser testados por laboratórios credenciados ou um painel completo de analitos, incluindo perfil canabinoide, metais pesados, microbiais, pesticidas, micotoxinas e solventes residuais antes de serem vendidos aos consumidores.

– Todos os produtos devem incluir as seguintes informações na embalagem e no rótulo:

  • Painel de fatos nutricionais ou de suplementos
  • Lista de todos os ingredientes do produto
  • Total de canabinoides por produto/porção, informando a quantidade de CBD e THC, se aplicável
  • Código QR ou link para Certificado de Análise
  • Avisos obrigatórios para o consumidor
  • Mecanismo para relatar um evento adverso
  • Vencimento ou melhor data de compra

Leia também: Cultivo doméstico de maconha para uso medicinal se aproxima em Nova York

Chris Alexander, diretor executivo do OCM, disse que os regulamentos aprovados pelo CCB são apenas um começo para o programa de cânhamo do estado. “Planejamos em breve propor à consideração do público e do Conselho outras mudanças que alinharão o programa com as estruturas regulatórias em outros estados, garantindo que os nova-iorquinos tenham o mais alto nível de proteção e, ao mesmo tempo, fornecendo aos nossos negócios as ferramentas de que precisam para competir”, ele disse.

Com a emissão desses regulamentos, as empresas interessadas em processar, fabricar ou vender produtos de cânhamo podem agora solicitar uma licença. Além disso, o OCM pode finalmente começar a emitir licenças para empresas que “enviaram as informações de solicitação exigidas e estão operando sob licenças ou autorizações provisórias, sem taxas adicionais ou ações exigidas pelos licenciados”.

Os regulamentos entram em vigor imediatamente, mas as empresas têm um período de carência de seis meses para cumprir as novas regras.

“Os regulamentos do cânhamo que aprovamos hoje fornecerão oportunidades novas e ampliadas para os agricultores, processadores e negócios de varejo de Nova York, incluindo a permissão da venda de produtos de inflorescências de cânhamo e produtos alimentícios e bebidas contendo CBD”, disse Jen Metzger, membro do CCB. “Estamos abrindo as portas para que o programa de cânhamo cresça com responsabilidade, estabelecendo padrões e requisitos para garantir produtos seguros e de alta qualidade para o mercado de Nova York e além”.

Leia mais:

É hora de acabar com a “aura de ilegalidade” para as drogas, disse importante autoridade de saúde dos EUA

#PraTodosVerem: fotografia mostra a cidade de Nova York a partir do ponto de vista da Ponte do Brooklyn e através de seus cabos de aço, bem como uma das enormes torres de sustentação da ponte, à direita. Imagem: Vangelis Kovu / Unsplash.

smokebuddies logo2 Reguladores de Nova York aprovam novas regras para produtos de cânhamo

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!