Mulher desenvolve síndrome relacionada à cannabis que a fez adormecer enquanto tomava banho

rosto flores limoes Mulher desenvolve síndrome relacionada à cannabis que a fez adormecer enquanto tomava banho

As pessoas com síndrome da hiperêmese por canabinoide tendem a recorrer a banhos quentes para aliviar a dor abdominal. Saiba mais sobre o caso com as informações da Insider

Uma mulher de 27 anos com uma doença misteriosa que faz com que usuários de maconha desenvolvam náuseas e vômitos extremos teve que ir ao hospital após se queimar ao adormecer tomando banho.

De acordo com um estudo de caso de 24 de março publicado na revista BMJ Case Reports, a mulher da Flórida (EUA) usou maconha diariamente por muitos anos, mas desenvolveu náuseas e vômitos apenas nos últimos 18 meses. Para aliviar as náuseas e as dores abdominais em casa, ela usava almofadas aquecidas e banhos quentes.

site sb Mulher desenvolve síndrome relacionada à cannabis que a fez adormecer enquanto tomava banho

Seus médicos inicialmente pensaram que ela tinha danos na vesícula biliar. Mas depois que ela compartilhou seu uso de maconha e regime de tratamento em casa, os médicos a diagnosticaram com síndrome da hiperêmese por canabinoide, ou SHC.

Leia mais: Se maconha te deixa extremamente nauseado, você não é o único

A SHC afeta usuários frequentes de maconha que desenvolvem reações adversas repentinas à substância, geralmente na casa dos 30 anos, após o uso diário ou semanal da substância na adolescência. A condição foi descrita pela primeira vez no início dos anos 2000, e os especialistas ainda não sabem ao certo o que causa a náusea e o vômito implacáveis, informouInsider anteriormente.

Como a mulher do estudo de caso, as pessoas com SHC tendem a recorrer a banhos quentes, banheiras e almofadas térmicas para aliviar a dor. De acordo com uma revisão sistemática de 2016 de pacientes com SHC, 92% dos pacientes diagnosticados usam “compulsivamente” essas técnicas de controle da dor.

Quando uma pessoa aplica calor à pele, isso pode abrir seus vasos sanguíneos e aliviar os coágulos que estão causando dor em uma área específica, o que pode explicar por que o método suavizante é tão popular para pessoas com SHC, de acordo com pesquisadores da Universidade Temple.

Leia também: A maconha e os banhos quentes

A mulher adormeceu em seu banho quente e queimou a pele

No caso da mulher, suas técnicas calmantes levaram a queimaduras na pele do abdômen.

Durante seu exame hospitalar, ela disse aos médicos: “Eu estava vomitando muito uma vez que entrei na banheira e acabei caindo no sono e queimando minha pele”.

Depois de examiná-la, eles encontraram seu abdômen coberto de manchas vermelhas e sugeriram que ela parasse de usar maconha para evitar mais náuseas e técnicas suavizantes potencialmente perigosas.

Abster-se do uso de maconha é a única maneira de tratar a síndrome, escreveram os médicos de medicina interna da Universidade de Oklahoma em uma revisão de 2011 sobre a doença.

Leia também:

Estudo mostra que o álcool afeta a espessura do córtex cerebral em jovens, mas a maconha não

#PraCegoVer: fotografia, em vista superior, do rosto de uma mulher com os olhos fechados, que aparece acima da superfície de uma água esbranquiçada, onde flutuam margaridas brancas e amarelas e rodelas de limão. Imagem: Sherise VD | Unsplash.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!