Michigan realiza o primeiro recall de maconha medicinal por falta de testes

flores balanca Michigan realiza o primeiro recall de maconha medicinal por falta de testes

O estado de Michigan, nos EUA, está realizando o primeiro recall de maconha desde que iniciou as vendas de cannabis medicinal em agosto. O governo conta com sistema que rastreia toda a erva comercializada, da semente até as prateleiras.

Autoridades de Michigan estão realizando o recall de vários tipos de adesivos e tinturas com infusão de maconha medicinal que não foram submetidos a testes laboratoriais, segundo noticiou o MLive.com.

Este é o primeiro recall de produtos de maconha medicinal realizado pela Agência de Regulação de Maconha do Estado.

O recall voluntário se aplica a cinco produtos diferentes vendidos em aproximadamente 15 ou mais dispensários licenciados.

Todos eles foram processados ​​na Choice Labs em Jackson, mas não foram testados em uma instalação de conformidade de segurança antes de serem vendidos em dispensários, de acordo com funcionários do Estado. Todos os produtos vendidos em dispensários licenciados pelo Estado devem ser testados segundo a lei estadual.

“Como os pacientes de maconha podem ser imunocomprometidos, a Choice Labs e a Agência de Regulação estão tomando medidas cautelares para emitir este recall”, segundo um comunicado do Departamento de Assuntos Regulatórios e Licenciamento. “Pacientes ou cuidadores que tenham os produtos de maconha medicinal do recall em sua posse devem devolvê-los ao dispensário de onde foram comprados.”

A Choice Labs não enfrentará penalidades nem medidas disciplinares, disse David Harns, porta-voz da Agência de Regulação de Maconha.

“É a primeira vez que aconteceu para eles. Estamos nos certificando de que eles entendam como atualizar o sistema de monitoramento em todo o Estado”, disse Harns. “Este é um erro de entrada do Metrc – não nos permitiu determinar se o produto que estava fora havia sido testado.”

O Metrc é o software que as autoridades estaduais e as instalações licenciadas de maconha medicinal usam para rastrear e registrar plantas de maconha desde o momento em que são plantadas até o momento em que são vendidas como flores ou produtos à base de óleo.

Leia também: Jornalistas de Michigan distribuem baseados para celebrar a legalização da maconha

#PraCegoVer: fotografia (capa) de algumas flores secas de maconha em tons de verde e marrom, dentro de um recipiente cilíndrico de vidro transparente com com base reforçada (como uma proveta) que está sobre uma redonda de metal que parece ser a bandeja de uma balança. Créditos da foto: Todd McInturf – The Detroit News.

Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário