‘Fume com liberdade’: mexicanos consomem maconha em jardim próximo ao Senado

jardim mexico Fume com liberdade: mexicanos consomem maconha em jardim próximo ao Senado

No jardim administrado por ativistas pró-cannabis, as pessoas têm permissão para entrar, permanecer até 30 minutos e acender um baseado em paz. As informações são da Reuters

Um ‘jardim’ de cannabis crescendo próximo ao prédio do Senado mexicano se tornou o paraíso dos fumantes, com maconheiros mexicanos acendendo baseados sem medo de serem presos.

As sementes de cannabis semeadas em uma praça nos arredores do Senado do México por ativistas pró-maconha em fevereiro se transformaram em plantas incrivelmente grandes e se tornaram símbolo de um esforço para legalizar a maconha em um país dividido pela violência relacionada às drogas.

lazy placeholder Fume com liberdade: mexicanos consomem maconha em jardim próximo ao Senado

Leia mais: Ativistas plantam maconha em frente ao Senado mexicano para defender a legalização

“Poder fumar aqui (no jardim) em liberdade é muito importante para mim”, disse Marco Flores, um barista sentado em um banco com vista para o prédio do Congresso.

“Não saio mais às ruas com medo”.

A Suprema Corte do México decidiu que as leis que proíbem o uso de cannabis são inconstitucionais, mas o governo ainda não redigiu uma legislação que legalizaria formalmente a maconha, deixando os consumidores de maconha a enfrentar acusações criminais se forem pegos fumando.

Mas no jardim administrado por ativistas pró-maconha, as pessoas têm permissão para entrar, permanecer até 30 minutos e acender um baseado em paz. Até agora, a polícia parece estar fechando os olhos para a prática, embora não esteja claro quanto tempo isso vai durar.

“É ótimo que eles tenham aberto um espaço para pessoas que estão abertas a novas experiências, ou que querem saber um pouco mais sobre o assunto”, disse Carlos Diaz, outro consumidor. “Elas podem vir e verificar”.

Para Jose Rivera, um ativista da cannabis, o jardim é uma ferramenta para educar e oferecer ‘direitos humanos’.

“Queremos que (os legisladores mexicanos) entendam que estamos fumando tranquilamente e que não somos um risco para ninguém”, disse ele. “Chega de maus tratos”.

Leia também:

México: sentença favorável a paciente obriga governo a regular cannabis medicinal

#PraCegoVer: em destaque, fotografia das várias plantas de cannabis em período vegetativo do jardim, que preenchem quase toda a imagem, e uma pessoa com boné e óculos escuros que fuma um beque. Foto: reprodução / Twitter.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!