Malta sofre escassez de cannabis e pacientes se revoltam nas redes sociais

brocolis seda maos Malta sofre escassez de cannabis e pacientes se revoltam nas redes sociais

As ilhas de Malta ficaram oficialmente sem cannabis, tanto para uso médico quanto no mercado não regulamentado. As informações são do Ganjapreneur

A nação de Malta ficou sem cannabis — médica e não regulamentada — deixando os estimados 40.000 usuários de cannabis do país sem opções, relata Lovin Malta. Esta é a segunda escassez de cannabis medicinal no país desde 2018 — mas há dois anos o país não enfrentava escassez de produtos ilícitos.

Ambas as marcas de cannabis medicinal do país — Bedrocan e Pedanois — estão sem estoque e o ativista da ReLeaf Andrew Bonello disse ao Malta Today que a escassez se deve a um atraso na renovação das licenças de importação de cannabis medicinal. Ele disse ao Lovin Malta que a Bedrocan está sem estoque há “duas ou três semanas”, enquanto Pedanois não está disponível há “cerca de um mês”. Ele afirmou que o mercado ilícito também secou, ​​e os consumidores malteses recorreram às redes sociais para compartilhar memes, zombando da situação desesperadora e pedindo uma ação governamental.

lazy placeholder Malta sofre escassez de cannabis e pacientes se revoltam nas redes sociais

Leia: Israel tem mais de 60 mil pacientes de cannabis com importações dominando mercado

Bonello disse que “as pessoas estão furiosas” com a situação e os representantes da ReLeaf iriam se reunir com a Autoridade de Medicamentos na última quarta-feira para tentar colocar cannabis nas mãos dos pacientes e aprovar reformas que evitariam escassez futura.

“Pedimos preços mais acessíveis e melhor disponibilidade… não podemos ter medicamentos fora de estoque em Malta. Também temos uma falta de produtos diversificados em Malta fornecidos por apenas duas empresas, e isso torna mais evidente do que nunca que os usuários de cannabis precisam ter o direito de cultivar sua própria planta, ou serem autorizados a encontrar um cultivador compassivo” — Bonello para o Lovin Malta.

Em média, os produtos de cannabis medicinal em Malta custam € 16 por grama (cerca de US$ 19). Uma prescrição de 2 gramas por dia custa € 960 (aproximadamente US$ 1.138) por mês e € 11.000 (US$ 13.044) por ano. Bonello disse que muitos pacientes querem cultivar seus próprios medicamentos por causa do custo.

Em Malta, a prescrição de cannabis medicinal requer a aprovação do médico, um cartão de controle e a aprovação direta do superintendente de saúde pública.

Leia também:

Malta pretende exportar 1 bilhão de euros em produtos de cannabis medicinal

#PraCegoVer: em destaque, fotografia que mostra os dedos com unhas compridas e esmalte rosa que seguram uma seda contendo brócolis picado e mais partes do vegetal sobre uma mesa branca. Imagem: MinnesotaMathew | Imgur.

lazy placeholder Malta sofre escassez de cannabis e pacientes se revoltam nas redes sociais

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!