Malaui convida Mike Tyson para ser embaixador da maconha

 Malaui convida Mike Tyson para ser embaixador da maconha

Segundo o ministro da Agricultura malauiense, a cooperação do ex-campeão do boxe é bem-vinda pois a indústria é complexa e requer colaboração. As informações são da BBC News, com tradução Smoke Buddies

O Malaui pediu ao astro do boxe Mike Tyson para se tornar o embaixador oficial da safra de cannabis do país.

O ministro da Agricultura Lobin Lowe enviou uma carta a Tyson convidando-o a assumir o cargo e disse que a legalização no Malaui criou novas oportunidades.

gravital sb Malaui convida Mike Tyson para ser embaixador da maconha

Tyson, ex-campeão mundial dos pesos-pesados, é empresário e investiu em uma fazenda de cannabis nos EUA.

Leia mais: Mike Tyson amplia sua fortuna vendendo maconha e quer construir paraíso da erva

Mas a medida foi criticada por alguns, já que o ex-boxeador foi preso por crimes sexuais nos anos 1990.

“O Malaui pode não seguir sozinho, pois a indústria é complexa e requer colaboração. Portanto, gostaria de nomeá-lo, Sr. Mike Tyson, como embaixador do Ramo de Cannabis do Malaui”, escreveu o Sr. Lowe.

 

 

 

A Associação de Cannabis dos Estados Unidos estava facilitando o acordo com Tyson, disse o ministério da agricultura.

A chefe de sua filial no Malaui, Wezi Ngalamila, disse à BBC que o ex-boxeador havia aceitado o convite e que havia planos em andamento para que ele visitasse o país.

“Tyson trabalhará conosco”, disse ela.

O Malaui legalizou o cultivo e processamento de cannabis para uso medicinal no ano passado, mas parou antes de legalizá-la para uso pessoal.

O ministério da agricultura do país encorajou os agricultores a cultivar cannabis para fins medicinais, bem como cânhamo para uso industrial.

Leia mais: Cultivo de cannabis trará crescimento econômico ao Malaui, diz ministro

O governo espera que o apoio de Tyson “atraia alguns investidores e até compradores em potencial”, disse o porta-voz do ministério Gracian Lungu à agência de notícias AFP.

Uma variedade de cannabis cultivada localmente — Malawi gold — é conhecida por usuários adultos em todo o mundo.

Tyson disse que fumar cannabis ajudou a melhorar sua saúde mental e a mudar sua vida. Alguns estudos, no entanto, sugeriram que fumar cannabis potente pode aumentar o risco de doenças mentais graves.

O Center for Public Accountability, um grupo da sociedade civil do Malaui, criticou a última medida devido aos crimes anteriores de Tyson.

O ex-boxeador foi preso em 1992 após ser condenado por estupro em Indiana. Ele foi libertado em 1995 depois de cumprir menos de três anos de sua sentença.

“O CPA não consegue compreender por que o Malaui gostaria de ter um estuprador condenado como embaixador da marca, mais especialmente, neste momento, quando os esforços para conter a violência contra as mulheres fazem parte da agenda do governo”, disse o diretor interino do grupo, Kondwani Munthali, em um comunicado.

Veja também:

Multipolianas: uma mulher e suas iniciativas canábicas de alto impacto social

#PraTodosVerem: fotografia, em primeiro plano, de Mike Tyson com as mãos erguidas e gesticulando, e as folhas de um cultivo de maconha, que aparecem ao fundo. Créditos: Chris Roussakis | Bloomberg.

smokebuddies logo2 Malaui convida Mike Tyson para ser embaixador da maconha

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!