Maior parte dos europeus usa CBD para relaxar, aponta estudo

mulher cbd Pixabay Maior parte dos europeus usa CBD para relaxar, aponta estudo

Pesquisa com mais de três mil pessoas em 17 países da Europa delineia arquétipos dos consumidores de CBD com base em segmentações por sexo, idade e motivo do uso — e mostra que, em geral, a maior parte dos europeus usa CBD para relaxar

À medida que o composto ‘queridinho’ da cannabis ganha popularidade pela Europa, é possível entender de que forma seu consumo ganha forma na União Europeia. O comportamento dos consumidores europeus de CBD foi alvo de um estudo recente da New Frontier Data, empresa especializada em análise de dados do mercado canábico, que esclarece motivos, atitudes e a mentalidade por trás das escolhas deste consumo.

“Ao segmentar os consumidores por idade, sexo e principal razão para usar o CBD, a pesquisa reflete uma ampla gama de opiniões, crenças e motivos díspares no uso“, diz o sumário executivo do estudo, que destaca as principais descobertas da análise. “Fornecendo informações baseadas em dados de ambos comportamentos, do consumidor e do não consumidor, são identificadas oportunidades para abordar suas prioridades”.

A pesquisa online, realizada com 3.101 pessoas de 17 países da UE em outubro do ano passado, destaca que, independente da segmentação, a maior parte dos consumidores (31%) opta pelo CBD como uma forma de espairecer, relaxar, enquanto 23% dos europeus usam por razões médicas, a mesma proporção (23%) usa para alívio da dor e o restante, 21%, para o bem-estar, em geral. A maioria diz que o consumo do composto teve impacto positivo em sua qualidade de vida.

Saiba mais: Empresa japonesa descobre presença de CBD em cascas de laranja

Entre as descobertas sobre o hábito de consumo de CBD pelos europeus, a pesquisa aponta que europeus com mais de 55 anos são menos informados — e interessados em saber — sobre o canabidiol, enquanto 9% das pessoas adquiriu algum produto de CBD não para si.

Sobre os não consumidores, a perspectiva é de que 17% deste universo ceda aos encantos do composto da cannabis nos próximos seis meses, sendo que a maioria (54%) já ouviu falar em CBD e mais de um terço (34%) tem, de alguma maneira, muita curiosidade em provar.

Leia também:

Produtos de canabidiol podem sair das prateleiras em um ano, no Reino Unido

#PraCegoVer: foto (de capa) que mostra, sobre uma mesa, um ramo de cannabis colocado sob um pequeno recipiente com sementes, além de uma toalha de juta, e mais sementes e algumas pílulas contendo óleo amarelado, soltos e espalhados, que compõem a cena. Imagem: Pixabay.

lazy placeholder Maior parte dos europeus usa CBD para relaxar, aponta estudo

Sobre Thaís Ritli

Thaís Ritli é jornalista e observadora do feminino no universo da cannabis, que se traduz em colunas mensais sobre o tema na Smoke Buddies.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!