Mãe luta para conseguir medicamento à base de cannabis

frasco folhas Mãe luta para conseguir medicamento à base de cannabis

Com autismo e epilepsia, garoto de 9 anos tem prescrição para uso do óleo de cannabis, que controla suas crises nervosas, contudo remédio é caro e o Estado se recusa a fornecer. Informações do Folha do Mate

Marli Terezinha Weyand é mãe de Guilherme Joaquim do Carmo, 9 anos, e luta para que o filho receba o medicamento que necessita para viver melhor. Guilherme tem autismo, crises de epilepsia e sofre com ansiedade e crises nervosas de agressividade. Somente o que traz ao garoto mais qualidade de vida é um medicamento à base de canabidiol, derivado da planta Cannabis sativa. Inicialmente, a medicação era disponibilizada pelo Estado, mas, desde junho, o garoto está sem as doses diárias.

Leia mais: Ensaio clínico mostra benefícios da cannabis para crianças com autismo

site sb Mãe luta para conseguir medicamento à base de cannabis
mini guilherme e marli 696x464 Mãe luta para conseguir medicamento à base de cannabis

Guilherme tem autismo e faz uso de medicamento à base cannabis para diminuir crises de agressividade. Foto: Luana Schweikart / Folha do Mate.

Guilherme faz uso da medicação desde 2018. Segundo Marli, com o tratamento, o menino teve uma melhora geral no estado de saúde. “Com a cannabis, o Guilherme progrediu muito, mas agora o Estado sempre alega que ele não precisa do medicamento e nega os pedidos que fizemos”, afirma. O menino precisa tomar 3,5 ml do medicamento, duas vezes ao dia. Com essa quantidade, são necessários sete vidros do medicamento ao mês.

Acontece que cada unidade custa R$ 1,2 mil. Com a falta do medicamento, Guilherme voltou a ter crises e tem dificuldades de frequentar as terapias e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). O menino tem acompanhamento da médica Fernanda Silveira de Quadros, do Hospital Santo Antônio, em Porto Alegre.

Leia também: “Meu filho com Down pôde voltar a brincar após tratar asma com cannabis”

Para angariar valores que ajudam no tratamento do filho, Marli já realizou ações beneficentes, e agora faz a venda de uma ação entre amigos. O valor de cada número é R$ 10 e o sorteio será realizado no dia 20 de dezembro. Quem adquirir estará concorrendo a oito premiações.

A intenção de Marli é adquirir medicamentos para usar durante dois meses e após, provavelmente uma nova ação será realizada até que o Estado repasse a medicação à família. Quem quiser ajudar pode entrar em contato com Marli através do telefone (51) 99421-6021. O número também é uma chave pix que recebe valores para a compra da rifa.

O custo de apenas um mês de tratamento com o medicamento é de R$ 8,4 mil.

Saiba mais:

Projeções apontam crescimento de 151% nas importações de remédios à base de cannabis

#PraTodosVerem: foto, tirada de cima pra baixo, mostra frasco âmbar com rótulo preto deitado junto a duas folhas de cannabis sobre superfície de cor bege lisa. Crédito: Alesia Kozik / Pexels.

smokebuddies logo2 Mãe luta para conseguir medicamento à base de cannabis

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!