Mãe do interior de RS pede ajuda para tratamento do filho autista com canabidiol

lorenzo daniel Mãe do interior de RS pede ajuda para tratamento do filho autista com canabidiol
Newsletter Open Green

O garoto de 6 anos precisa ser medicado três vezes por dia com canabidiol. Cada frasco do medicamento custa R$ 2,8 mil. As informações são do Portal Gaz

A família do santa-cruzense Lorenzo Daniel Martins, de 6 anos, promove uma campanha para arrecadar recursos, a fim de custear o tratamento do menino. Lorenzo possui autismo severo e precisa ser medicado com o remédio Canabidiol três vezes por dia. Cada vidro da substância custa R$ 2,8 mil.

De acordo com a mãe de Lorenzo, Graziela Severo, o menino precisa usar fraldas e não entende nada do que é falado ou ensinado a ele. Com a medicação, os sintomas do autismo são amenizados, diminuindo a agressividade, hiperatividade e dificuldades de interação social.

lazy placeholder Mãe do interior de RS pede ajuda para tratamento do filho autista com canabidiol

Leia: Liberada para quem? Pacientes comemoram liberação da Cannabis, mas temem preço

De acordo com Graziela, a família já tentou na Justiça conseguir que o Estado fornecesse a medicação para Lorenzo e, em um primeiro momento, teve resultado positivo. Alguns dias depois, no entanto, a decisão foi anulada, pois a juíza que julgou a ação entendeu que o menino não corria risco de morte.

Graziela ainda relatou que Lorenzo constantemente tem crises convulsivas e que dorme apenas duas horas por noite. “Não temos mais psicológico para continuar vivendo nessa situação. Meu filho não tem qualidade nenhuma de vida”, desabafou.

 

Como ajudar:

Acesse a Vaquinha On-line ou Facebook de Graziela.

Família pedem ajuda

Enquanto o acesso à cannabis medicinal ainda é uma realidade para poucos no Brasil, pacientes e famílias que necessitam do canabidiol pedem ajuda.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já aprovou a venda de um produto à base de cannabis, um óleo composto por canabidiol. Contudo, estando o cultivo da cannabis ainda proibido no Brasil, a matéria-prima para a fabricação do produto precisa ser importada.

Leia mais:

Com canabidiol restrito à elite, famílias pedem ajuda para tratamento dos filhos

#PraCegoVer: em destaque, fotografia do garoto Lorenzo Daniel em um balanço e um gramado ao fundo. Foto: divulgação.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!