Maconha pode emitir sons? Produtor extrai música diretamente da planta

flor vista superior Maconha pode emitir sons? Produtor extrai música diretamente da planta

A música do canadense FrancisGotHeat  foi produzida com sinais elétricos emitidos pela planta e lançada no dia 17 de outubro, em comemoração ao aniversário de um ano da legalização da maconha no Canadá. As informações são da Variety

A empresa de mídia digital de cannabis Merry Jane de Snoop Dogg e Ted Chung se uniu à eOne Music para lançar a primeira música, comercialmente disponível, composta por sons extraídos de uma planta de cannabis.

Sticky Situation”, do produtor FrancisGotHeat (Drake, Roy Woods, Bryson Tiller) e do cantor de R&B Anders, ambos de Toronto, e com o rapper de Los Angeles Rich The Kid, foi feita usando a strain Sticky Situation e uma tecnologia chamada MIDI Sprout. Ao conectar clipes jacaré a uma folha da planta, ela traduz as correntes elétricas em tempo real em notas MIDI.

lazy placeholder Maconha pode emitir sons? Produtor extrai música diretamente da planta

#PraCegoVer: fotografia (tirada com a câmara inclinada) de FrancisGotHeat sentado em uma poltrona vermelha e segurando um microfone próximo à boca. Foto: Sean Caesar.

A faixa de dois minutos e meio e a versão estendida para o vídeo (com mais blips, zumbidos, sons surreais e amostras do diretor Elliot Clancy Osberg) foram lançadas em 17 de outubro para comemorar o aniversário de um ano da legalização da maconha no Canadá.

Antes, havia composições musicais feitas de plantas e a tecnologia MIDI Sprout da Data Garden. Lançadas após uma campanha do Kickstarter de 2014, elas inspiraram um movimento global de “músicos de plantas”, cujas criações calmantes eram especialmente adequadas para práticas de bem-estar, como ioga e meditação. Em 2017, um aplicativo para IOS foi disponibilizado. O MIDI Sprout está esgotado, mas atualmente há outro Kickstarter para a próxima versão, chamada Plant Wave (Onda da Planta).

Leia: 26 rappers que transformaram seu amor por maconha em negócios lucrativos

Para “Sticky Situation”, FrancisGotHeat pegou os sons “new age” e os converteu em instrumentos como piano de cauda, ​​sintetizador e cornetas para criar uma música pop urbana contemporânea. Ela ainda tem aquela vibe relaxante da cannabis, mas é mais sombrio – o trabalho artístico é um “skull” [‘caveira’], não um om [mantra hinduísta que representa o som do universo] – e não se destina a uma aula de Bikram [um tipo de yoga] (Assista ao vídeo de “Sticky Situation” abaixo e um clipe de making-of aqui).

A Variety conversou com FrancisGotHeat sobre como surgiu a “Sticky Situation”.

Como produtor, você deve ter sampleado sons encontrados antes. Como o uso do MIDI Sprout difere de usar sons de um motor de carro ou um latido de cachorro?
Os sinais MIDI da planta são mais esporádicos e mais imprevisíveis. Com um motor de carro ou um latido de cachorro, você sabe o que está recebendo. Com a planta de maconha, é tudo aleatório. Nunca se sabe. Você pode obter algumas melodias realmente altas e algumas muito baixas, uma combinação de ambas, pulando por todo o lugar.

Esta pode ser uma pergunta estúpida, mas strains diferentes produzem sons diferentes?
Tecnicamente, a planta não gera nenhum som, mas estamos captando os sinais da planta e depois os transformamos em sons. Mas plantas diferentes terão sinais diferentes.

Como você se envolveu com a faixa?
Kai [Henry, estrategista criativo da Merry Jane] trouxe a oportunidade para, eu acredito, Anders, e eles queriam me envolver porque produzi muito com Anders. Depois que soube disso, caí dentro 100%. Foi uma ideia legal. Eu nunca tinha ouvido falar da tecnologia antes, mas é a primeira desse tipo.

Você teve que experimentar como funciona?
Sim. Um cara entrou no estúdio e nos deu um resumo de como tudo funciona. Nós brincamos por um minuto antes de começarmos a trabalhar.

Você fumou alguma Sticky Situation antes de iniciar esse processo criativo?
Não, eu não fiz.

Em um vídeo do YouTube de 2017, os criadores do MIDI Sprout disseram que a única pergunta que eles recebiam com frequência é “Vocês já tentaram ligar uma planta de maconha?”, então eles fizeram. A música soa muito new age, bonita e harmoniosa. É assim que seus sons se pareciam?
Sim. Era mais ou menos assim, mas depois mudei um pouco. Como ele funciona com você executando os sinais através de um plug-in que gera sons, então escolhi sons diferentes e sinais MIDI diferentes.

Ao ouvir a faixa, você pode isolar as partes que usam a strain Sticky Situation ou agora ela desapareceu completamente e se misturou à outra instrumentação?
Você ainda pode ouvir. A melodia principal que eu peguei da planta e também alguns sons percussivos e rítmicos no fundo que são realmente os sinais brutos que eu recebi da planta.

Que vibe você estava procurando?
Eu queria mantê-la realmente leve e eufórica. Essa é a melodia principal que eu também recebi da planta.

Você acha que vai usar o MIDI Sprout novamente?
Sim, definitivamente. Quero colocar minhas mãos nessa tecnologia. Tudo começou com a planta de cannabis. Quem sabe o que mais eu posso tirar disso?

Quais são os sons mais loucos que você já usou em faixas no passado?
Eu usei um monte de sons diferentes estranhos. Eu gosto de usar meu gravador de voz para sons aleatórios. Eu, literalmente, raspo um graveto em uma cerca e digo: ‘Seria um som de percussão legal’. Ou um copo de água e use isso como um sino.

Você provavelmente passa por uma vida assim, ouvindo música no dia a dia.
Sim. [Risos] Você ouve milhares de sons todos os dias. É legal, mas estranho como produtor, porque você ouve coisas diferentes o tempo todo. Talvez eu esteja no meio da conversa com alguém e ouça algo louco na rua e diga: ‘Espere, eu tenho que gravar isso muito rápido’.

Em que você irá trabalhar em seguida?
Eu e Anders estamos trabalhando muito. Eu acho que você pode chamar de EP por enquanto. Esperamos publicá-lo antes do final do ano.

Tradução: Joel Rodrigues | Smoke Buddies.

Leia também:

Saiba como e porque a Slightly Stoopid gravou um vinil de haxixe

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em vista superior e plano fechado que mostra o ramo apical de um pé de maconha, com folhas verdinhas e pistilos amarelos. Foto: Max Pixel.

lazy placeholder Maconha pode emitir sons? Produtor extrai música diretamente da planta

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário