Comissão descobre que maconha foi liberada em presídios para acalmar detentos

maos baseado Comissão descobre que maconha foi liberada em presídios para acalmar detentos

Secretário de segurança e dois diretores admitiram fazer vista grossa à entrada de maconha nos presídios, sob a alegação de acalmar os detentos.

Segundo publicação na coluna do Lauro Jardim, no jornal O Globo, um secretário estadual de segurança e dois diretores de presídios admitiram, extraoficialmente, à comissão de juristas designada por Rodrigo Maia para apresentar um projeto antidrogas, que faziam vista grossa à entrada de maconha nos presídios, sob o pretexto de acalmar os ânimos dos detentos.

Estratégia não é novidade

Em 2012, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, revelou que quase 80% dos guardas prisionais que participaram da pesquisa permitiam o uso de maconha pelos detentos para facilitar o trabalho e manter a ordem.

“Os guardas dobram as regras para manter a ordem. Muitos reclusos fumaram cannabis durante vários anos antes de serem presos. Muitas vezes fumam como forma de lidar com problemas pessoais. Se os guardas tirarem sua erva, eles ficarão inquietos e poderão causar problemas”, segundo relatou o antropólogo Torsten Kolind, do Centro de Pesquisa sobre Álcool e Drogas da Universidade de Aarhus.

Leia também: Inútil guerra às drogas

#PraCegoVer: fotografia (de capa) que mostra as mãos de uma pessoa segurando um baseado (na diagonal em relação à câmera) com os dedos indicadores e polegares; com um fundo escuro e iluminação focada no baseado.

lazy placeholder Comissão descobre que maconha foi liberada em presídios para acalmar detentos

Sobre Smoke Buddies

O Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário