Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

cigarros indios Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

Cigarros de maconha eram usados para tratar doenças respiratórias nos séculos 19 e 20. As informações são do Acervo Estadão

Muito antes do atual debate sobre a aprovação do projeto que autoriza o cultivo de maconha para fins medicinais, o Brasil já teve períodos em que a substância cannabis era comercializada livremente como medicamento. O uso da maconha com fins medicinais é descrito em anúncios nas páginas do Estadão desde o fim do século 19.

1623177004506 Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

site sb Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

“Um infeliz carregador de jornaes, atacado de violenta asthma com suffocações, ia ver-se obrigado a abandonar a modesta posição que lhe assegurava o pão, bem como à família, quando leu casualemente um jornal que tratava da efficacia dos Cigarros de Cannabis Indica da Grimault & C. Fez uso della, e tão satisfeito ficou que, no auge da alegria, escreveu que sem elles sua vida seria impossível”, destaca o anúncio de 22 de maio de 1896.

Leia também: Fumar maconha reduz sintomas de ansiedade, depressão e estresse, segundo estudo

 Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

Como não havia restrição à droga — só em 1938 a substância foi considerada entorpecente — e o uso medicinal era corriqueiro, havia vários anúncios patrocinados por médicos e clínicas exaltando os benefícios da cannabis em tratamentos de saúde.

As principais indicações eram para problemas respiratórios como asma, bronquite e tosse. Os “cigarros índios” (cigarettes indiennes) com a substância cannabis indica, do laboratório francês Grimault & Comp, eram vendidos sem restrições e seus benefícios eram veiculados em testemunhais na seção livre, a de pequenos anúncios, do jornal.

1575489656635 Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

Além de problemas respiratórios, os remédios com maconha também eram indicados para insônia. Os “Cigarros Índios” (cigarettes indiennes) com a substância “cannabis indica” prometiam alívio imediato dos sintomas. Industrializados, os cigarros eram vendidos embalados e comercializados pelo laboratório francês Grimault & Comp.

Em 1919, a substância também aparecia como sugestão para o tratamento da gripe espanhola.

História
Mais detalhes da história do uso medicinal da maconha podem ser vistos no Museu da Maconha e do Cânhamo de Amsterdã e no site do livro Antigo Livro da Cannabis, ambos em inglês. O museu holandês classifica o período entre 1837 e 1937 como os anos de ouro da maconha medicinal. Segundo o museu, a cannabis era o segundo ingrediente mais frequentemente usado em medicamentos disponíveis nas farmácias da Europa e dos Estados Unidos, ficando atrás apenas dos opiáceos.

Saiba mais sobre a história da maconha no Brasil:

A maconha no Brasil: uma breve história do legal ao ilegal

#PraCegoVer: duas imagens, uma foto da embalagem dos “cigarros índios” em pé, que traz o desenho de um cinto com as palavras “Grimault & Cie. Pharmaciens Paris”, envolvendo as informações sobre o produto, em marrom com fundo bege, e um recorte de jornal que mostra um anúncio dos mesmos “cigarettes indiennes”.

smokebuddies logo2 Maconha era vendida como medicamento no Brasil antes de ser criminalizada

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!