Primeira loja de cannabis de propriedade de mulheres negras é aberta na Costa Leste dos EUA

vanessa jean baptiste Primeira loja de cannabis de propriedade de mulheres negras é aberta na Costa Leste dos EUA

A Legal Greens está abrindo suas portas em Massachusetts, onde, apesar dos programas de equidade social, grande parte da indústria legal de cannabis é branca. As informações são do MassLive

Vanessa Jean-Baptiste tem tirado alguns momentos para fazer uma pausa e aproveitar o momento: um sonho de anos de abrir um dispensário de cannabis em Brockton, Massachusetts (EUA), se tornando realidade.

“Dia após dia, digo a mim mesma, sente-se, relaxe e aproveite o momento porque há muita coisa acontecendo, mas estou definitivamente grata por onde estamos agora”, disse Jean-Baptiste em uma entrevista por telefone na sexta-feira.

site sb Primeira loja de cannabis de propriedade de mulheres negras é aberta na Costa Leste dos EUA

Legal Greens está abrindo suas portas nesse domingo como a primeira loja de maconha para uso adulto de propriedade de mulheres negras na Costa Leste dos EUA, disse Jean-Baptiste, uma nativa de Brockton e haitiano-americana de primeira geração. E Jean-Baptiste, juntamente com o coproprietário Mark Bouquet, são os primeiros haitiano-americanos a abrir um dispensário nos Estados Unidos, disse ela.

“Lutamos muito para chegar onde estamos e é incrível ter o título junto com isso”, disse Jean-Baptiste. “O fato de que estamos parecendo ser a primeira empresa totalmente recreativa a abrir em Brockton é enorme por si só, porque éramos vistos como oprimidos e as pessoas não achavam que iríamos chegar tão longe”.

 Primeira loja de cannabis de propriedade de mulheres negras é aberta na Costa Leste dos EUA

Leia mais – Smoke Buddies indica: mulheres que falam sobre maconha no Instagram

Em 2018, Jean-Baptiste lutou para negociar um acordo com a comunidade anfitriã de Brockton, um passo necessário para avançar na obtenção de uma licença por meio da Comissão de Controle de Cannabis do estado. Uma vez que ela teve o acordo, ter status de prioridade como requerente de empoderamento econômico junto à Comissão ajudou Jean-Baptiste a passar pelo processo de licenciamento.

Apesar dos programas de empoderamento econômico e de equidade social do estado, criados para beneficiar candidatos que foram desproporcionalmente prejudicados pela proibição da maconha, grande parte da indústria legal em Massachusetts é branca.

Jean-Baptiste disse que gostaria que a legislação relativa aos acordos da comunidade anfitriã fosse retratada para ajudar a resolver o problema. Ela disse querer que os municípios tenham critérios de medição sobre as empresas que estão recebendo os acordos.

Mulheres negras que estão reconquistando a indústria da cannabis

“Com a abertura de mais pequenas empresas, poderemos mostrar aos municípios que as pequenas empresas são tão importantes quanto as grandes corporações”, disse Jean-Baptiste.

O impacto da Legal Greens em Brockton será positivo, disse Jean-Baptiste, que espera que a receita tributária de seu negócio possa ajudar a cidade a contratar professores, policiais e bombeiros.

“É realmente necessário em Brockton”, disse ela. “Dar a eles dinheiro de impostos e ter outros dispensários dando dinheiro de impostos certamente beneficiará a cidade no longo prazo”.

Nesse domingo, os clientes poderão comprar de um menu que inclui cerca de seis ou sete variedades diferentes de buds, pré-enrolados, comestíveis como biscoitos e barras de chocolate, e concentrados, disse Jean-Baptiste. A loja estará aberta das 8h às 20h, sete dias por semana.

Leia mais: Jay-Z lança fundo para impulsionar negócios de maconha pertencentes a minorias

A loja fica no centro de Brockton. Antes das reformas da Legal Greens, o local era um prédio comercial de propriedade de Fred Fontaine, um ativista haitiano de longa data nos arredores de Brockton.

Legal Greens tem cerca de 15 funcionários, a maioria dos quais são residentes de Brockton. Jean-Baptiste disse que muitos dos funcionários também são mulheres negras, uma prioridade pessoal.

Jean-Baptiste deseja que seu dispensário inspire um espírito empreendedor em outras pessoas, disse ela.

“No começo é difícil, mas se você perseverar e trabalhar dia após dia, isso pode realmente acontecer”, disse ela. “Seus sonhos podem realmente se tornar realidade”.

Para retribuir à comunidade, Legal Greens ofereceu workshops sobre como iniciar um negócio em Brockton ou como entrar na indústria da cannabis. É algo que Jean-Baptiste disse que planeja continuar.

Jean-Baptiste disse que espera abrir outro dispensário em Boston e também iniciar um serviço de delivery de cannabis.

Leia também:

Três mulheres que enaltecem a luta antiproibicionista no Brasil

#PraCegoVer: fotografia de Vanessa Jean-Baptiste sorridente e com os braços cruzados, usando um blazer roxo e camiseta rosa, em fundo branco liso. Imagem: Vanessa Jean-Baptiste.

smokebuddies logo2 Primeira loja de cannabis de propriedade de mulheres negras é aberta na Costa Leste dos EUA

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!