Literatura Sativa: You win!

historiador da maconha condena guerra a droga smoke buddies Literatura Sativa: You win!

A santa ignorância

nasce prematura de “verdades”

e infelizmente

ela, “santa”, nos seduz

cada vez que

o carimbo da maldade,

eivado de “verdades”

nos marca acriticamente

pelo viés

de um retrocesso mental

incalculável;

e ela, “santa”, nos semiotiza

pelas cores simbólicas a toda hora.

Em um esdrúxulo proibicionismo dos infernos,

a santa ignorância nos carimba em cheio na testa,

nos dopa, nos droga, nos ilude

e confundindo nossas ideias,

e atrapalhando nossas atitudes,

vem para confundir no grito

a nossa velha tabuada…

 

Dó sinto eu das pessoas carimbadas.

Coitadas! Querendo atingir nossa índole profunda,

tentando denegrir a nossa alma antiproibicionista,

sonham em ceifar a sangue e alho

nosso espírito elevado

com discursos cada vez mais

institucionalizados e contra a maconha,

era o que me dizia a Miss Sativa,

cabisbaixa, ouvindo reggae

por toda vez que alguém ia preso;

e em toda vez a bicha me dizia isso

e eu, dando uma de sabido,

respondia na ponta da língua: “Sorry, querida!”

Porém ela toda ardida de necessidade

e molhadinha com a sabedoria dos vegetais na mente

mais uma vez me sorria como quem a dizer:

“You win, Maconheiras Buddies!”

 

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado de um pequeno pé de maconha em período vegetativo, que brotou de uma pequena fenda no concreto.

Leia também ~ Literatura Sativa: Menina mandona

lazy placeholder Literatura Sativa: You win!

Sobre Che Cannabis

Professor, mestre profissional em letras e autor da obra literária “Pé de Maconha – Che Cannabis nas andanças da ciência” que aborda a erva em prosa e poesia. Entre em contato com o autor através do email checannabis@hotmail.com ou através da redação pelo contato@smokebuddies.com.br.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário