Literatura Sativa: Vítimas da pandemia

buque flores Literatura Sativa: Vítimas da pandemia

Seremos queimadas hoje.

Seremos traficantes

por assim dizer

e nada de privilégios na vida

a pandemia escondeu calada

o grude na máscara do orgulho.

Faremos a curva desta estrada

e arderemos suave à risca

no fogo seremos brandas

e sairemos soltas pela pista

seremos bem nutridas de ganja

flores místicas de haxixes

flores místicas e permitidas

flores de cannabis sagrada

feitos sedentos contra a larica

feitos medicinais contra a fome

e a gente era uma verde massa

que se fodeu vítima que some.

“Vítimas da pandemia” é parte de “Cannabis na pele: poemas sobre maconha”, livro de autoria da ativista literária Eva Bárbara. Clique aqui para acessar a obra na íntegra e boa leitura!

Leia também – Literatura Sativa: O novo normal

#PraCegoVer: fotografia de um buquê formado por flores rosas com miolo (estames) amarelo e buds de cannabis em tons de marrom e verde, ao centro, de trás do qual saem dois folíolos de folha de maconha, em fundo escuro. Crédito: THCamera Cannabis Art.

 Literatura Sativa: Vítimas da pandemia

Sobre Eva Bárbara

Estudante e ativista que sonha publicar o seu primeiro e-book de poesia no próximo ano. Responde pelo e-mail evabembarbara@gmail.com ou através da redação pelo redacao@smokebuddies.com.br.
No Posts for this author.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Mais deste autor