Literatura Sativa: Só Pra Lembrar

luiz michelini 2 Literatura Sativa: Só Pra Lembrar

Nessa semana de consciência
Um discurso direto e franco
Pra militância de aparência
Ao típico psolista branco

Legalização para a vida
Porque venho buscar paz ao gueto
Pois no dia a dia de lida
O corpo a sofrer é o preto

Chegamos às universidades
Ou é política com mentira?
Olhando bem pra sociedade
Tendo a crer mais no curupira

Sabe onde somos maioria?
Nas estatísticas de suicídio
Nas causas vistas com apatia
Nos corpos roubados no presídio

No país que elegeu o mito
Racismo nunca será vergonha
Discurso de ódio é bem dito
E não vão legalizar a maconha

E não me venha com a esquerda
Que fez um governo de migalhas
Que tentou compensar nossa perda
Fazendo acordo com canalhas

Repense a militância, irmão
Aproveite o 20 de novembro
Para não ignorar essa visão
Sente pra ouvir que eu lhe lembro

Leia também ~ Literatura Sativa: O Que É Crime No Brasil?

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado que mostra detalhes das mãos de uma pessoa, que segura uma seda de papel enquanto enrola um cigarro. Imagem: Luiz Michelini.

lazy placeholder Literatura Sativa: Só Pra Lembrar

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 26 anos e recém chegado na militância da causa canábica.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário