Literatura Sativa: Sexualmente ativo

planta silhueta Literatura Sativa: Sexualmente ativo

Ela me fumou ontem
toda apertadinha
em chamas…
Ela me disse um segredo
todo gozado e era
só pretexto mesmo!

Queria se alimentar de mim,
ao meu lado e ao mesmo tempo lá dentro:
me deixar confortavelmente apertado!

Ela queria mesmo era me comer o juízo:
toda verdinha numa salada com cannabis
no óleo de azeite ou no álcool do vinagre.

Naquela noite,
houve um prato feito de maconha medicinal
e ela toda nutricional da mais pura orgia
gozou com recreatividade surreal…

Eu não deixei barato: agora é minha vez!

Quando ela me chamou na grande,
foi aí então que eu empolgado
pus só uma cabeça quase sem trato,
uma berlota toda inteira de um pequeno pedaço
ela toda boa e de boa e eu todo bem bolado:
apertei-me no calor, cheguei à boca,
parei entre um lábio e outro lábio
lacrado, e de língua
também gozei com ela
na brisa, me diga!

Leia também ~ Literatura Sativa: Que uma parte da maconha no Brasil vire fumaça!

#PraCegoVer: fotografia (de capa) que mostra a silhueta de uma inflorescência de maconha que contrasta com um fundo em degradê de amarelo. Foto: Pxhere.

lazy placeholder Literatura Sativa: Sexualmente ativo

Sobre Che Cannabis

Professor, mestre profissional em letras e autor da obra literária “Pé de Maconha – Che Cannabis nas andanças da ciência” que aborda a erva em prosa e poesia. Entre em contato com o autor através do email checannabis@hotmail.com ou através da redação pelo contato@smokebuddies.com.br.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário