Literatura Sativa: Sativazinhas III

flor planta Literatura Sativa: Sativazinhas III

(A Fernando Pessoa e seu poema “Eros e Psique”)

 

Conta a lenda que dormia

uma princesa encantada

a quem só despertaria a Cannabis

que viria de além do muro da estrada.

 

A Cannabis tinha que tentado,

vencer o mal e o bem.

Antes que já legalizada,

deixasse o caminho fadado

por o que a princesa do Brasil vem.

 

A princesa adormecida,

se espera, dormindo espera.

Sonha em morte a sua vida

ergue-lhe na fronte esquecida

verde, uma grinalda de Erva.

 

A princesa, sem saber que intuito tem,

rompe o caminho fadado.

A Cannabis para ela não é ignorada

e ela para a Cannabis Sativa é alguém…

 

E assim cada uma cumpre seu destino:

a princesa do Brasil dormindo

proibida e encantada

e a Cannabis Sativa buscando-a sem tino

pelo processo divino que faz existir

a estrada fitoterápica.

 

E se bem que seja

tudo ativismo e tudo arte

pela estrada afora,

a Cannabis Sativa vem segura

e vencendo estradas e muros

chega onde em sonhos

a princesa do Brasil mora.

 

Ainda tonta do que houvera

e a cabeça em maresia

ergue a mão e encontra a Erva

E vê que ela mesma era

a princesa que dormia.

 

Leia também:

Literatura Sativa: Sativazinhas

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em close de uma flor de maconha sendo cultivada.

lazy placeholder Literatura Sativa: Sativazinhas III

Sobre Che Cannabis

Professor, mestre profissional em letras e autor da obra literária “Pé de Maconha – Che Cannabis nas andanças da ciência” que aborda a erva em prosa e poesia. Entre em contato com o autor através do email checannabis@hotmail.com ou através da redação pelo contato@smokebuddies.com.br.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário