Literatura Sativa: Não Há Heróis ou Bandidos

paz Literatura Sativa: Não Há Heróis ou Bandidos

A proibição não visa lado
Todos estão expostos à guerra
Tanto cai o fantoche fardado
Quanto o bebê sem pai que berra

Mulheres, LGBTs e pobres primeiro
Se for preto, a chance aumenta
Esse é o status brasileiro
Essa máquina que se sustenta

Policiais sofrem igualmente
São presas fáceis… Despreparados
Pensam que agem impunemente
Vivem num dos lados mais lesados

O Witzel gosta dessa sangria
O Crivella vive dessa morte
O Moro sustenta a família
São cruéis quase que por esporte

A Smoke Buddies quer o debate
Um diálogo pela solução
Legalizar pro fim do combate
É o melhor para a população

Vamos gerar emprego no país
Tirar o povo preto da prisão
Vê se não é o que sempre se quis:
Menos armas e mais educação!

Não existem heróis e bandidos
Essa guerra tem o preço caro
Os dois lados sendo oprimidos
E grana para o Bolsonaro

Leia também:

Literatura Sativa: A Proibição Mata E O Governador Gosta

#PraCegoVer: Fotografia de um adesivo com o desenho da folha da maconha, corações e a palavra “paz”, afixado em uma estrutura de madeira e ao fundo, desfocado, pessoas passando pela rua. Foto Smoke Buddies.

lazy placeholder Literatura Sativa: Não Há Heróis ou Bandidos

Sobre Douglas Fortunato

Estudante de Filosofia no Rio de Janeiro, na UERJ, 26 anos e recém chegado na militância da causa canábica.
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!

Deixe seu comentário