Líderes mundiais pedem o fim da guerra às drogas

suspendam a proibicao diz ex secretario geral da onu sobre uso de drogas smoke buddies Líderes mundiais pedem o fim da guerra às drogas

Apesar da boa iniciativa da ONU em realizar uma Assembléia Geral voltada às drogas em abril, muitas questões pertinentes ficaram de fora dos assuntos discutidos. Assim, líderes e mais de 200 ONG’s se unem em prol de políticas internacionais de drogas mais justas para o mundo todo. O texto original é do Sun Times, com tradução do Smoke Buddies.

A Organização das Nações Unidas programou uma Sessão sobre políticas de drogas de alto nível para o dia 20 de abril deste ano, e líderes proeminentes e organizações não-governamentais dizem que o encontro precisa fazer mais para acabar com a falida Guerra às Drogas.

Aperte e leia: ONU vai realizar Assembléia Geral sobre drogas em 4/20

site sb Líderes mundiais pedem o fim da guerra às drogas

A Comissão Global sobre Políticas de Drogas, que conta com o ex-secretário geral da ONU, Kofi Annan, e o empresário Richard Brason entre seus proeminentes membros, deu uma declaração pública pautando alguns passos a serem dados durante a reunião de drogas da ONU.

O grupo argumenta que a saúde, segurança e direitos humanos das pessoas ao redor do mundo não podem ser respeitados sem levar em conta os pontos a seguir:

 Líderes mundiais pedem o fim da guerra às drogas
  • Acabar com a criminalização e encarceramento dos usuários de drogas.
  • Abolir a pena capital para crimes relacionadas às drogas.
  • Empoderar a Organização Mundial de Saúde para que ela reveja os sistemas regulatórios de drogas com base em evidências científicas.
  • Assegurar o tratamento de pessoas dependentes e serviços criados para a redução de danos das drogas.
  • Permitir que governos apliquem diferentes abordagens sobre as regulamentações de drogas para que maximizem a saúde pública e tirem o poder das organizações criminosas.

“A regulamentação e prevenção são os melhores caminhos para a redução dos efeitos negativos do uso de drogas. Mas a regulamentação ainda é proibida pelas Convenções de Drogas da ONU”, diz o grupo.

A Comissão Global sobre Políticas de Drogas reúne mais de 225 grupos da área de direitos-civis e saúde que fazem pressão para que a próxima sessão da ONU seja usada como pontapé inicial para levar as políticas internacionais de drogas para longe da criminalização.

Grupos como a União das Liberdades Civis Americanas, fundação AIDS, Aliança das Políticas de Drogas, Coalização da Redução de Danos e Associação Nacional dos Advogados de Defesa criticam a administração de Obama sobre a sessão da ONU, dizendo que ela é “uma abordagem de curto prazo, parando poucas das reformas cruciais exigidas pelas agências da ONU e aliados dos EUA”.

O grupo enviou uma carta ao Presidente Obama pedindo que sua administração faça pressão na ONU para que examinem seriamente as tensões criadas pelas estratégias de controle de drogas atuais. Eles dizem que está na hora de uma nova estratégia mundial de drogas que priorize a saúde e os direitos humanos.

A Comissão também argumenta que as políticas de drogas atuais dos EUA, particularmente a lei federal de proibição da maconha, verão “sua credibilidade internacional balançar enquanto a legalização se espalha por cada vez mais estados do país”.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!