Laboratório de Michigan (EUA) por trás do recall de cannabis de US$ 229 mi processa agência reguladora

top bud pistilos Laboratório de Michigan (EUA) por trás do recall de cannabis de US$ 229 mi processa agência reguladora

Pedido de recolhimento emitido pela Agência Reguladora da Maconha do estado na semana passada atinge mais de 400 locais de venda; laboratório responsável pelos testes dos produtos em recall classificou a medida como “injustificada, preconceituosa e retaliatória”. As informações são da CBS News, com tradução Smoke Buddies

A empresa no centro do que é considerado o maior recall de maconha já feito no estado de Michigan (EUA) entrou com uma ação na segunda-feira contra a Agência Reguladora da Maconha (MRA) do estado. O recall emitido na semana passada afeta mais de 400 locais de vendas em Michigan e representa cerca de US$ 229 milhões em produtos de cannabis, de acordo com o processo.

A MRA desconsiderou especialistas da indústria, práticas científicas amplamente aceitas, causou transtornos por meio de sua tomada de decisão imprudente e arbitrária e, em última instância, colocou em risco os pacientes e consumidores que deveriam proteger”, disse o advogado Kevin Blair em um comunicado na terça-feira.

gravital sb Laboratório de Michigan (EUA) por trás do recall de cannabis de US$ 229 mi processa agência reguladora

 

 

 

 

Na semana passada, a MRA divulgou um recall para todos os produtos de maconha, além do concentrado de cannabis inalável, avaliados pelas instalações de testes da Viridis Laboratories e Viridis North entre 10 de agosto e 16 de novembro. A agência disse que notou “resultados imprecisos e/ou não confiáveis” de itens testados pelas instalações e aconselhou aqueles com os “produtos potencialmente prejudiciais” a descartá-los adequadamente ou testá-los novamente.

Leia também: Arizona emite recall para produtos de maconha devido a possível contaminação por salmonela

A Viridis Laboratories classificou o recente recall de “injustificado, preconceituoso e retaliatório”. Blair disse que o recall “não tem nenhum risco de saúde pública ou segurança que o justifique”.

“O recall é a ação mais recente e flagrante da MRA em uma prolongada campanha de assédio dirigida à Viridis”, disse o advogado David Russell na terça-feira. “Infelizmente, este último esforço da MRA causou enorme perturbação e caos na indústria, prejudicando pequenas empresas e manchando a reputação da Viridis sem base científica”.

A denúncia alega que a agência reguladora fechou ilegalmente as instalações da Viridis e divulgou o recall, apesar de especialistas afirmarem que não havia justificativa para fazê-lo. Os advogados pediram à corte para “fornecer alívio para Viridis e trazer responsabilidade e supervisão a uma agência que excedeu em muito sua autoridade”.

A agência reguladora estadual disse que está investigando o incidente do recall. No momento do recall, a Viridis Laboratories disse que estava “cooperando totalmente”.

A Agência Reguladora da Maconha do Michigan não respondeu imediatamente à CBS News para comentar.

Saiba mais:

EUA: Biden assina projeto de infraestrutura que promove a pesquisa sobre maconha

#PraTodosVerem: fotografia mostra o top bud de uma planta de maconha repleto de pistilos cremes e marrons e folhas verde-escuras cobertas de tricomas brancos, e outras plantas do cultivo, ao fundo, embaçado. Foto: Luis Parrodi / Pixabay.

smokebuddies logo2 Laboratório de Michigan (EUA) por trás do recall de cannabis de US$ 229 mi processa agência reguladora

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!