Jujuy é a primeira província argentina a usar óleo de cannabis para fins medicinais

oleo cannabis Jujuy é a primeira província argentina a usar óleo de cannabis para fins medicinais

Uma vez coberta a população da província, a ideia do governo é estender o uso e a distribuição do medicamento para toda a Argentina. As informações são da Europa Press

As autoridades da província argentina de Jujuy anunciaram que esta se tornou a primeira a usar óleo de cannabis para fins medicinais e indicaram que o Hospital Zabala, na cidade de Perico, recebeu um primeiro lote de 50 frascos desta substância, produzida na Argentina.

O governador da província, Gerardo Morales, citou que as doses do medicamento, denominado CBD 10, serão entregues forma “gratuita” aos habitantes da província, tanto adultos como crianças, que apresentam patologias como epilepsia refratária e esclerose múltipla, entre outras.

site sb Jujuy é a primeira província argentina a usar óleo de cannabis para fins medicinais

Leia também: Argentina faz primeira entrega de cannabis medicinal a pacientes da rede pública

A ideia do governo é, uma vez coberta a população de Jujuy, estender o uso e a distribuição da droga em todo o país, como informou Morales em seu Twitter.

“Fizemos a entrega no hospital Zabala de Perico por que lá vão funcionar as primeiras clínicas permanentes focadas em cannabis medicinal no país e vai se tornar um centro hierárquico de saúde pública no tratamento de patologias com derivados medicinais da cannabis”, garantiu.

O produto foi desenvolvido pela farmacêutica estatal Cannava S.E., que utilizou 35 hectares e nove estufas da Fazenda El Pongo para produzir a matéria-prima necessária à produção desse primeiro lote. Seu diretor, Gastón Morales, detalhou que até 2022 eles esperam estender o espaço de plantio para 220 hectares e expandi-los para 600 antes do final do ano que vem.

Leia mais: Por que Jujuy permitiu o cultivo de cannabis medicinal e o resto da Argentina não?

Nesse sentido, ele ressaltou que, em termos de tecnologia, chegaram ao país em setembro equipamentos dos EUA, que foram transportados por um avião do Ministério da Defesa da Nação.

Morales destacou que, com a instalação do referido equipamento, serão atendidas a partir de novembro as quantidades de insumo farmacêutico ativo e produto acabado necessárias ao abastecimento das 160 farmácias da província.

Esta iniciativa, disse, vai transformar Jujuy num polo científico e tecnológico para o desenvolvimento da medicina com destaque para a cannabis, depois de o Ministério da Saúde da província ter lançado em 2017 a sua própria lei sobre o uso medicinal da maconha.

Leia também:

Maconha e cânhamo para impulsionar a recuperação econômica da Argentina?

#PraTodosVerem: foto, em visão aérea, mostra um prato verde-claro com um ramo de folhas de cannabis, dois frascos (um em pé de tampa preta e outro deitado contendo óleo e fechado com rolha) e um conta-gotas apoiado sobre um pequeno recipiente redondo com óleo, e algumas sementes de maconha, sobre uma superfície marmorizada em tons claros de rosa. Imagem: Freepik.

Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!