Itália: vendas de cannabis medicinal cresceram 50% em 2019 e oferta permanece estável

flor fechado piqsels Itália: vendas de cannabis medicinal cresceram 50% em 2019 e oferta permanece estável

Apesar da Itália ser um dos países mais atingidos pelo surto de Covid-19, a distribuição e acesso à cannabis medicinal continuaram aproximadamente como de costume. Com informações do MJBizDaily e tradução Smoke Buddies

Pacientes na Itália compraram 861 kg de cannabis medicinal em 2019, um aumento de quase 50% em relação aos 578 kg vendidos nas farmácias italianas em 2018, de acordo com novos dados das autoridades de saúde italianas.

A maior parte do crescimento é atribuível a um aumento nas importações dos Países Baixos, que permitiram aos pacientes na Itália acesso a mais cannabis medicinal.

gravital Itália: vendas de cannabis medicinal cresceram 50% em 2019 e oferta permanece estável

Os dados ajudam a ilustrar o segundo maior mercado europeu de cannabis medicinal em termos de volume de vendas de flores e outros produtos de espectro total.

A Itália encerrou o ano muito atrás da Alemanha em vendas domésticas, mas à frente dos Países Baixos.

Os três países — os maiores mercados europeus — encerraram o ano da mesma forma que começaram.

Os 861 kg vendidos na Itália no ano passado estavam em linha com os 900 kg que o Marijuana Business Daily previu em seu relatório de 2019 “Cannabis medicinal na Europa: os mercados e oportunidades”.

Acesse Pufflife.com.br

Apesar do crescimento, o mercado legal acumulado de cannabis medicinal na Europa permanece menor que o do Canadá.

Leia mais: Itália quase triplicará a produção nacional de maconha medicinal em 2020

Fornecimento italiano

Um pouco mais de 80% dos 861 kg vendidos na Itália no ano passado foi importado dos Países Baixos, diretamente pelas farmácias hospitalares — parte do Ministério da Saúde — ou por alguns atacadistas particulares de produtos farmacêuticos que distribuem para farmácias. Isso representa um aumento de 75% em relação a 2018.

A Itália é o segundo maior destino de exportação do Escritório Neerlandês de Cannabis Medicinal (OMC).

A agência neerlandesa exporta flores produzidas pela Bedrocan, o único produtor comercial nos Países Baixos.

A Itália, como a Alemanha, depende em grande parte das importações para atender à demanda.

Mas, diferentemente da Alemanha, a Itália já possui uma produção doméstica, conduzida exclusivamente pelo Ministério da Defesa, por meio de seu Estabelecimento Químico Farmacêutico Militar (SCFM), em Florença, capital da região da Toscana.

O SCFM foi responsável por distribuir às farmácias 157 dos 861 kg vendidos na Itália em 2019.

No entanto, nem todos esses 157 kg foram produzidos pelo SCFM na Itália. Isso ocorre porque o SCFM também comprou algumas flores da Aurora Cannabis — produzidas no Canadá — para distribuir nas farmácias italianas.

A Aurora venceu seu primeiro processo de solicitação de fornecimento na Itália no início de 2018, oferecendo um preço médio de 3,2 euros (US$ 3,48) por grama. Esse primeiro processo de inscrição permitiu à empresa vender 100 kg ao SCFM.

A empresa canadense, citando confidencialidade, se recusou a informar ao  MJBizDaily exatamente a quantidade de cannabis que embarcou para a Itália em 2018 e 2019.

Considerando os relatórios locais de que o SCFM produzia cerca de 100 kg por ano em 2018 e 2019, isso significa que a Aurora enviou alguns dos 100 kg desse primeiro processo de solicitação de suprimento em 2018 e o restante em 2019.

A Aurora também foi a única vencedora de um segundo processo de inscrição em meados de 2019, oferecendo um preço médio de 1,73 euros por grama para um total de 400 kg em um período de dois anos.

Quarenta dos 400 kg de suprimentos foram posteriormente cancelados pelo Ministério da Defesa, justificando a decisão dizendo que um dos lotes inicialmente licitados “não era “necessário”.

O SCFM deve aumentar sua produção doméstica em 2020.

Leia: Corte da Itália libera cultivo doméstico de cannabis

Impacto do coronavírus

Apesar de a Itália ser um dos países mais atingidos pela pandemia do COVID-19, a distribuição e o acesso à cannabis medicinal continuaram mais ou menos como de costume.

Fabio Di Francesco, um farmacêutico de composição baseado em Roma e especialista em cannabis medicinal, disse ao MJBizDaily que o coronavírus não afetou diretamente o suprimento de cannabis medicinal da Itália.

“Isso é muito bom, porque há muitos pacientes que agora precisam mais do que nunca”, disse Di Francesco.

“Acabamos de receber a primeira entrega da Aurora do ano há algumas semanas, e é uma ótima notícia ter mais produtos disponíveis porque a última entrega da Aurora havia voltado em outubro de 2019.

“Felizmente, entretanto, tivemos importações dos Países Baixos.”

O farmacêutico observou que, das duas variedades de maconha que o SCFM produz, uma não está disponível desde meados de 2019, o que significa que há apenas uma cepa produzida domesticamente disponível no país.

“Apesar da pandemia, a situação atual da oferta é boa, mas a realidade é que, com ou sem coronavírus, parece que nunca há cannabis o suficiente”, disse Di Francesco.

Todas as flores de maconha medicinal vendidas na Itália são produzidas em instalações com certificação de Boas Práticas de Fabricação da União Europeia e irradiadas para reduzir o máximo possível de contaminação microbiana.

Na Alemanha, o fornecimento de cannabis medicinal também permaneceu praticamente inalterado pela pandemia.

Diferenças regionais

A Itália possui 20 regiões administrativas com algum nível de autonomia para as políticas de saúde.

A maioria das regiões oferece aos pacientes alguma cobertura de seguro para cannabis medicinal, mas as condições qualificadas variam.

A região da Toscana, no centro do país, lidera a Itália em vendas. É seguida por:

  • Ligúria, Lombardia e Piemonte, no noroeste.
  • Emília-Romanha, no nordeste.
  • Apúlia, no sul.

Leia também:

Mercado canábico da Oceania deve valer US$ 1,55 bi até 2024

#PraCegoVer: fotografia (de capa) em plano fechado do ramo apical de uma planta de maconha no início da floração com pistilos de cor creme e folhas verdes-escuras. Foto: Piqsels.

smokebuddies logo2 Itália: vendas de cannabis medicinal cresceram 50% em 2019 e oferta permanece estável

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!