Parlamento de Israel dá luz verde a projeto que torna maconha medicinal mais disponível

estufa ramos Parlamento de Israel dá luz verde a projeto que torna maconha medicinal mais disponível

O parlamento israelense concedeu autorização preliminar a projeto de lei que visa tornar a maconha medicinal mais disponível no país. Informações da Newsweed, traduzidas pela Smoke Buddies

O parlamento de Israel deu luz verde para expandir o programa de cannabis medicinal. Em votação realizada na segunda semana de outubro, os membros do Knesset disseram “sim”, por 54 votos a 42, ao texto proposto pelo New Hope, um partido de direita membro da coligação governista. O projeto de lei ainda precisa ser aprovado pela Comissão de Saúde do parlamento e pelo comitê ministerial de legislação.

O texto prevê a autorização de pessoas licenciadas para cultivar, possuir e distribuir cannabis para fins medicinais. Para seus apoiadores, isso permitirá um acesso mais direto a 100.000 pacientes, que muitas vezes não conseguem encontrar cannabis para tratamento.

site sb Parlamento de Israel dá luz verde a projeto que torna maconha medicinal mais disponível

“É hora de voltar a essa questão ligada há anos a restrições burocráticas desnecessárias, e uma verdadeira reforma deve ser feita aqui que liberte o uso da cannabis”, demandou o ministro da Saúde, Nitzan Horowitz, favorável ao texto.

Leia também: Variedades de cannabis de empresa israelense mostram eficácia no alívio de sete condições de saúde

Preço alto e poucos dispensários

No país hebraico, o programa de cannabis medicinal está de fato passando por vários problemas. Em primeiro lugar, os preços são bastante altos. Um problema recorrente há muitos anos. O governo anterior tentou remediar isso, reduzindo os preços pela metade, até o final de 2020. Agora, o novo executivo busca uma solução duradoura.

De acordo com o membro do Knesset Sharren Haskel, autor do texto, “a maioria das pessoas mais gravemente doentes vive com uma pensão de invalidez que é inteiramente gasta com um medicamento de que precisam para levar uma vida normal”.

Outro problema: prateleiras vazias. Não há clínicas suficientes para atender à demanda dos pacientes. Além disso, essas lojas não têm cannabis, pois os produtores precisam seguir regulamentações muito rígidas. O país hebreu é, portanto, obrigado a importar do exterior.

Leia mais:

Malásia permite importação e uso de maconha para fins medicinais

#PraTodosVerem: fotografia mostra uma pessoa, em perfil, usando roupa branca e sombreiro bege enquanto segura um buquê de ramos de maconha em tons escuros de verde e uma tesoura de cultivo, no interior de uma estufa, na região norte de Israel. Imagem: Amir Cohen | Reuters.

smokebuddies logo2 Parlamento de Israel dá luz verde a projeto que torna maconha medicinal mais disponível

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!