Israel aprova exportação de cannabis para fins terapêuticos

inflorescencia verde escuro Israel aprova exportação de cannabis para fins terapêuticos

Israel está se preparando para começar o processo de exportação de cannabis. O país espera gerar milhões em receitas com esse movimento

Israel aprovou, no dia 13, a exportação de cannabis medicinal, o que significa que as vendas para fora do país podem começar a qualquer momento. O país espera gerar milhões em receitas com esse movimento, de acordo com a High Times e a Reuters.

“Este é um passo significativo para os exportadores e a indústria israelense, que permitirá a expansão das oportunidades de exportação e o aumento do emprego no campo”, disse o ministro da Economia Eli Cohen.

lazy placeholder Israel aprova exportação de cannabis para fins terapêuticos

Para tornar isso em realidade, Cohen teve que dar aprovação final para as exportações, e isso aconteceu mais de um ano após a nova lei ser aprovada pelo gabinete. A ordem de Cohen entrará em vigor em 30 dias, o que dará aos exportadores tempo para solicitar uma licença através do Ministério da Saúde.

Até o momento, já existem mais de 10 fazendas e 5 fábricas no país que atendem aos padrões de exportação, e algumas delas já fizeram acordos para comercializar cannabis para a Europa e Canadá.

Leia: Primeiro-ministro de Israel promete apagar registros criminais por posse de maconha

Qual o status da cannabis em Israel?

Em Israel o uso medicinal de cannabis é permitido e o uso adulto é descriminalizado, mas ainda ilegal. Atualmente, o país estima que cerca de 60 mil israelenses usem cannabis medicinal, consumindo cerca de 25 toneladas de cannabis por ano.

A exportação é uma perspectiva empolgante porque as fazendas em Israel, em sua maioria, desfrutam do tipo de clima perfeito para o cultivo ao ar livre (outdoor). O país também está cheio de especialistas em tecnologia médica e agrícola, e eles já produzem muita cannabis dentro de suas fronteiras.

“Esperamos ver muitos investimentos acontecendo agora porque os investidores aguardavam essa aprovação”, disse Hagit Weinstock, cofundador do escritório de advocacia Weinstock-Zehavi & Co, em Israel. Não é segredo que Israel é um gigante da cannabis e testes para fins terapêuticos. Recentemente, chegaram a analisar se há uma possível ligação dos canabinoides no tratamento contra a Covid-19.

Leia mais:

Laboratório de Israel estuda o uso de terpenos de cannabis para tratamento da Covid-19

#PraCegoVer: em destaque, fotografia em plano fechado e vista superior que mostra uma inflorescência de cannabis, com pistilos de cor amarela e folhas verde-escuro serrilhadas, ainda em cultivo, e um fundo em tom de cinza. Foto: Jhon David | Unsplash.

lazy placeholder Israel aprova exportação de cannabis para fins terapêuticos

Sobre Dave Coutinho

Carioca, Maconheiro, Ativista na Luta pela Legalização da Maconha e outras causas. CEO "faz-tudo" e Co-fundador da Smoke Buddies, um projeto que começou em 2011 e para o qual, desde então, tenho me dedicado exclusivamente.
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!