Empreendedores de cannabis e investidores celebridades se iluminam com o florescer da legalização

cultivo carlssonedgard Empreendedores de cannabis e investidores celebridades se iluminam com o florescer da legalização

O financiamento de startups de cannabis tem sido liderado por uma rede unida de investidores que inclui celebridades como os rappers Jay-Z e Snoop Dogg. As informações são da Reuters

Impulsionados por um aumento no uso de cannabis durante a pandemia de Covid-19, os empresários e investidores da indústria estão se preparando para um crescimento ainda maior conforme a legalização se espalha e a economia reabre.

Até agora, 36 estados americanos e o Distrito de Colúmbia aprovaram o uso medicinal da maconha, de acordo com a Conferência Nacional de Legislaturas Estaduais dos EUA. Destes, 15 estados e o DC aprovaram o uso adulto da maconha.

site sb Empreendedores de cannabis e investidores celebridades se iluminam com o florescer da legalização

As startups de tecnologia da cannabis, incluindo aquelas que permitem a entrega de maconha em casa, tiveram um grande impulso durante a pandemia, à medida que mais americanos consomem, despertando o interesse dos investidores em empresas que fornecem de tudo, desde ferramentas de gestão de cultivo a software de conformidade e comércio eletrônico para uma indústria que ainda opera em uma zona cinzenta legal no nível federal.

Os empresários da cannabis dizem que precisam agir rapidamente e construir suas marcas antes que a legalização total nos EUA nivele o campo de jogo — um processo que muitos esperam ganhar força neste ano.

 Empreendedores de cannabis e investidores celebridades se iluminam com o florescer da legalização

“Por que você está indo para o Weedmaps (para listas de varejistas de cannabis) se você pode ir para o Yelp? Por que você pede por este ou aquele sistema se você pode pedir por meio do DoorDash ou do Uber Eats?”, pergunta Steve Allan, presidente-executivo da The Parent Company, que tem Jay-Z como diretor visionário e está procurando consolidar players menores após sua listagem em janeiro por meio de uma SPAC.

Leia mais: Consumidores de maconha emergem como novo alvo para profissionais de marketing

A TPCO construiu sua própria tecnologia de comércio eletrônico que pode lidar com tudo, desde gerenciamento de negócios até vendas no varejo, disse Allan.

Em um dos maiores negócios de capital de risco no setor até hoje, a plataforma de e-commerce com sede em Oregon Dutchie anunciou na terça-feira que levantou US$ 200 milhões em uma rodada de financiamento que avalia a empresa em US$ 1,7 bilhão.

Os investidores de Dutchie incluem o ex-CEO da Starbucks, Howard Schultz, a estrela da NBA Kevin Durant e o cofundador da DoorDash, Stanley Tang. O mercado on-line da empresa conecta dispensários de cannabis aos consumidores, que podem solicitar entrega em domicílio.

A Reuters identificou mais de 90 empresas privadas e públicas de tecnologia de cannabis na América do Norte, com o investimento privado total no primeiro trimestre no nível mais alto em 18 meses, de acordo com dados compilados por PitchBook e Crunchbase.

Ao todo, os investidores despejaram mais de US$ 2,5 bilhões em startups de tecnologia de cannabis desde 2018.

Os investidores públicos também estão se acumulando. As empresas de aquisição de propósito específico, ou SPACs, que visam a indústria mais ampla da cannabis arrecadaram pelo menos US$ 4,3 bilhões até o início de 2021, com US$ 1,7 bilhão ainda esperando para ser implantado, de acordo com a pesquisadora de cannabis BDSA.

Marca de maconha de Jay-Z desafia a política de drogas nos EUA

Esse interesse surge no momento em que as ações de empresas de maconha negociadas publicamente — muitas das quais estão listadas no Canadá por que estão proibidas de entrar nas bolsas dos EUA — começaram a se recuperar após uma liquidação brutal em 2019.

“Ainda estamos nos primeiros tempos” de investimento, disse Harrison Aaron, analista de investimentos da Gotham Green Partners, uma firma de private equity sediada em Nova York com um portfólio centrado na cannabis.

As vendas legais de cannabis nos EUA para uso medicinal e adulto aumentaram 45% no ano passado, de acordo com a BDSA.

“Não queremos necessariamente que as coisas se tornem (totalmente) legais hoje porque há muito valor em nossas empresas e queremos mais tempo para construir”, disse Lenore Kopko, sócia-gerente da Gotham Green.

Outros acreditam que o ingresso na indústria da cannabis pode não ser rápido ou fácil para muitos dos grandes players externos.

“A legislação, as regulamentações e os fluxos da cadeia de suprimentos da cannabis criam uma complexidade que não é construída em software feito para outras indústrias”, disse David Hua, fundador e CEO da Meadow, que vende software operacional e de conformidade para varejistas de cannabis.

Leia: Ações de cannabis sobem após governador de Nova York dizer que legalização está próxima

Rede de celebridades

O financiamento de startups de cannabis no setor tem sido liderado por uma rede unida de investidores que muitas vezes coinvestem entre si. Essa rede inclui Liquid 2 Ventures, dirigida pelo ex-quarterback da NFL Joe Montana, e Casa Verde Capital, fundada pelo artista Snoop Dogg.

Outra dessas empresas, a Arcadian Capital, sediada em Beverly Hills (Califórnia), investiu em mais de uma dúzia de startups de tecnologia de cannabis. A Phyto Partners, sediada em Boca Raton (Flórida), financiou dez, em muitas delas como coinvestidores da Arcadian.

A rede ocasionalmente é unida por outros investidores individuais de alto perfil. O cofundador da DoorDash, com Stanley Tang e Twitch, Justin Kan estava entre os que apoiavam o Nabis, com sede em Oakland (Califórnia), um mercado on-line de cannabis para dispensários que também tem um depósito, serviço de entrega e financiamento on-line para varejistas.

Há outra atração para os investidores além da oportunidade de negócios imediata: dados sobre um setor totalmente novo.

Para Arcadian, a torrente de dados que está sendo gerada por startups de tecnologia de cannabis fornece “um ótimo mecanismo para aprender mais sobre a indústria”, disse Matthew Nordgren, fundador e sócio-gerente da empresa.

Os incentivadores da indústria dizem que a tecnologia desenvolvida e incubada pela indústria da cannabis pode abrir novos caminhos para o comércio varejista em outros setores.

Sócrates Rosenfeld, cofundador e CEO da Jane Technologies, baseada em Santa Cruz (Califórnia), criadora de uma plataforma de comércio eletrônico financiada pela Arcadian e Gotham Green, chamou-a de “uma oportunidade única na vida para uma empresa de tecnologia trabalhar em parceria com as operadoras neste espaço para construir e redefinir como o varejo de tecnologia e analógico trabalham juntos”.

Leia também:

Relatório traça panorama da cannabis na imprensa brasileira

#PraCegoVer: fotografia de um cultivo de cannabis onde um top bud aparece ao centro, sob um iluminação amarela focada, e a folhagem de outras plantas ao fundo. Crédito: carlssonedgard | Pixabay.

smokebuddies logo2 Empreendedores de cannabis e investidores celebridades se iluminam com o florescer da legalização

Sobre Smoke Buddies

A Smoke Buddies é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. https://www.smokebuddies.com.br
Deixe seu comentário
Assine a nossa newsletter e receba as melhores matérias diretamente no seu email!